SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 número3Aeromonas species isolated from PINTADO fish (Pseudoplatystoma sp): virulence factors and drug susceptibility índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Revista de Microbiologia

versão impressa ISSN 0001-3714

Resumo

SILVA, Simone Helena da; VIEIRA, Enio Cardillo  e  NICOLI, Jacques Robert. ANTAGONISM AGAINST VIBRIO CHOLERAE BY BACTERIAL DIFFUSIBLE COMPOUND IN THE FECAL MICROBIOTA OF RODENTS. Rev. Microbiol. [online]. 1998, vol.29, n.3 ISSN 0001-3714.  http://dx.doi.org/10.1590/S0001-37141998000300016.

O aparecimento de halo de inibição contra o Vibrio cholerae a partir das fezes de ratos Wistar e Fischer nas idades de 10 a 42 dias foi observado usando um teste ex vivo em placa. A frequência de ratos Wistar apresentando halo aumentou de 0% (10 dias) até um máximo de 80,0% (29 dias) antes de decair para 53,3% (42 dias). Um perfil similar foi obtido com os ratos Fischer mas com valores inferiores (frequência máxima de 50,0% no dia 36). Num experimento separado quando ratos Wistar foram alimentados com uma ração deficiente em proteína a freqüência de halo diminuiu drasticamente. Três morfologias de colonias aparentemente distintas foram isoladas da microbiota fecal dominante: uma bactéria anaeróbia facultativa (ANF) e duas anaeróbias estritas (ANS). O teste inibitório ex vivo mostrou halo ao redor das fezes de camundongos isentos de germes monoassociados com a bactéria ANF ou uma das bactérias ANS mas não para os animais isentos de germes. Após desafio oral de todos os grupos com o V. cholerae, barreiras permissiva e drástica foram observadas em camundongos associados com as bactérias ANF e ANS, respectivamente. As bactérias ANF e uma ANS usadas em monoassociação nos desafios in vivo foram identificadas como Escherichia coli e Streptococcus intermedius, respectivamente. O potente antagonismo demostrado pela microbiota intestinal de ratos contra V. cholerae parece devido, em parte, a compostos difusíveis e este fenômeno depende aparentemente da idade, de espécie e da nutrição do animal. Esses dados preliminares sugerem também que este antagonismo seja devido a mais de um componente bacteriano num instante dado.

Palavras-chave : Vibrio cholerae; Escherichia coli; Streptococcus intermedius; antagonism; ratos.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês