SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.30 número3Propriedades de uma nova b-galactosidade fúngica com potencialidade para emprego na indústria de latíciniosHepatoesplenomegalia causada por um extrato de cianobactéria Microcystis aeruginosa coletada na Lagoa Manguaba, Alagoas -Brasil índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Revista de Microbiologia

versão impressa ISSN 0001-3714

Resumo

SAAD, Susana M.I.  e  FRANCO, Bernadette D.G.M.. Influência da microbiota natural da carne na multiplicação de Escherichia coli O157:H7 em carne bovina moída. Rev. Microbiol. [online]. 1999, vol.30, n.3, pp. 272-277. ISSN 0001-3714.  http://dx.doi.org/10.1590/S0001-37141999000300015.

Escherichia coli O157:H7 é um patógeno de origem alimentar de importância crescente, tendo sido envolvido em diversos surtos ameaçadores, a maioria deles associada ao consumo de produtos cárneos. Neste estudo foi avaliada a influência de algumas bactérias da microbiota natural da carne crua sobre E. coli O157:H7 em amostras de carne bovina moída armazenadas em refrigeração e à temperatura ambiente. As amostras foram inoculadas com diferentes níveis de E. coli O157:H7 (101, 103 e 106 UFC/g) e de E. coli não patogênica, Pseudomonas putida ou Leuconostoc sp. A multiplicação do patógeno foi monitorada através de metodologia convencional e através de método rápido do tipo ELISA. E. coli não patogênica, Pseudomonas putida e Leuconostoc sp. não exerceram influência sobre a multiplicação de E. coli O157:H7 em carne moída, tanto em refrigeração como à temperatura ambiente. Assim sendo, a baixa ocorrência de E. coli O157:H7 em carne crua não pode ser atribuída a efeitos antagônicos de bactérias de sua microbiota natural.

Palavras-chave : Escherichia coli O157:H7; antagonismo; carne moída.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · pdf em Inglês