SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.30 número4Pontos críticos de controle na preparação de almôndegas e kibes em uma cozinha hospitalarOcorrência de Listeria monocytogenes em salame índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Revista de Microbiologia

versão impressa ISSN 0001-3714

Resumo

PIMENTA, Fabiana Cristina et al. Caracterização molecular de Listeria monocytogenes isolada de alimentos. Rev. Microbiol. [online]. 1999, vol.30, n.4, pp. 356-361. ISSN 0001-3714.  http://dx.doi.org/10.1590/S0001-37141999000400011.

Foram estudadas 30 cepas de Listeria monocytogenes isoladas a partir de diferentes alimentos (16 diferentes tipos de linguiça, 14 de queijo), adquiridos em supermercados da cidade de São Paulo. As cepas foram classificadas através da ribotipagem e analisadas quanto à presença e expressão do gene da hemolisina e à produção da enzima fosfolipase C fosfatidilinositol-específica PI-PLC. As cepas de L. monocytogenes foram diferenciadas em 6 ribotipos. As cepas do tipo I possuiam o mesmo perfil da amostra padrão de L.monocytogenes (ATCC 15313), sendo 13 (43,3%) das cepas estudadas correspondentes a ele. A atividade hemolítica foi observada em 29 (96,7%) das cepas, quando incubadas a 37°C em agar sangue, mas não a 4°C. O método da hibridização direta de colônias, utilizando sonda para hemolisina, revelou resultado positivo para todas as cepas. A PI-PLC foi produzida por 90% das amostras analisadas. Deste modo, foi possível concluir que não há relação entre os seis ribotipos de L. monocytogenes identificados nesse estudo e os fatores de virulência estudados (hemolisina e PI-PLC).

Palavras-chave : Listeria monocytogenes; ribotipagem; fatores de virulência; alimentos.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · pdf em Inglês