SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.73 issue1Alcohol and atherosclerosisPetrography and mineral chemistry of carbonatites and mica-rich rocks from the Araxá complex (Alto Paranaíba Province, Brazil) author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Anais da Academia Brasileira de Ciências

Print version ISSN 0001-3765On-line version ISSN 1678-2690

Abstract

RUMJANEK, VIVIAN M. et al. Multidrug resistance in tumour cells: characterisation of the multidrug resistant cell line K562-Lucena 1. An. Acad. Bras. Ciênc. [online]. 2001, vol.73, n.1, pp.57-69. ISSN 0001-3765.  http://dx.doi.org/10.1590/S0001-37652001000100007.

A resistência a múltiplos fármacos é o principal obstáculo no tratamento de pacientes com câncer. O mecanismo responsável pela resistência múltipla mais bem caracterizado envolve a expressão do produto do gene MDR-1, a glicoproteína P. Entretanto, o processo de resistência tem fatores múltiplos. Estudos de mecanismos de resistência múltipla a fármacos têm dependido da análise de linhagens celulares tumorais que foram selecionadas e apresentam reatividade cruzada a uma ampla faixa de agentes anti-tumorais. Este trabalho caracteriza uma linhagem celular com múltipla resistência a fármacos, selecionada originalmente pela resistência ao alcalóide de Vinca vincristina e derivado da linhagem eritro-leucêmica K562. Esta linhagem celular, denominada Lucena 1, super-expressa a glicoproteína P e tem sua resistência revertida pelos quimio-sensibilizantes verapamil, trifluoperazina e ciclosporinas A, D e G. Ademais, demonstramos que o azul de metileno era capaz de reverter parcialmente a resistência nesta linhagem celular. Em contraste, o uso de 5-flúor-uracil aumentava a resistência de Lucena 1. Adicionalmente aos quimioterápicos, células Lucena 1 eram resistentes radiação ultra-violeta A e peróxido de hidrogênio e deixavam de mobilizar o cálcio intra-celular quando se usava tapsigargina. Mudanças no cito-esqueleto desta linhagem foram também observadas.

Keywords : resistência múltipla a fármacos; leucemia; glicoproteína P; quimiossensibilizantes.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License