SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.76 número4Numbers for reducible cubic scrollsOn the geographical differentiation of Gymnodactylus geckoides Spix, 1825 (Sauria, Gekkonidae): speciation in the Brasilian caatingas índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Anais da Academia Brasileira de Ciências

versão impressa ISSN 0001-3765versão On-line ISSN 1678-2690

Resumo

MAGALHAES, Aderbal F. et al. Flavonoids from Lonchocarpus muehlbergianus. An. Acad. Bras. Ciênc. [online]. 2004, vol.76, n.4, pp.651-661. ISSN 0001-3765.  http://dx.doi.org/10.1590/S0001-37652004000400004.

O extrato éter de petróleo das raízes de Lonchocarpus muehlbergianus foi submetido a sucessivas análises cromatográficas (CC, CCD e CDC preparativa) levando ao isolamento de nove flavonóides (1-9) dos quais seis são inéditos na literatura (1-6) destacando-se as quatro flavanas 2,4-dioxigenadas (1-4) que representam uma nova classe de flavonóides. As estruturas moleculares foram determinadas através da análise dos respectivos espectros de RMN 1H, RMN 13C e DEPT, RMN-2D (COSY, HETCOR e COLOC), NOE, IV, UV e EM. A análise quantitativa por CLAE, mostrou que a nova flavana 1 é o flavonóide que ocorre em maior abundância no extrato.

Palavras-chave : Lonchocarpus muehlbergianus; Leguminosae; flavonóides; flavanas.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons