SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.76 número4Overview of genotypic and clinical profiles of human immunodeficiency virus type 1-infected children in Rio de Janeiro, BrazilSolvent-related chronic toxic encephalopathy as a target in the worker's mental health research índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Anais da Academia Brasileira de Ciências

versão impressa ISSN 0001-3765versão On-line ISSN 1678-2690

Resumo

BODI, Estevão et al. Gap junctions in hematopoietic stroma control proliferation and differentiation of blood cell precursors. An. Acad. Bras. Ciênc. [online]. 2004, vol.76, n.4, pp.743-756. ISSN 0001-3765.  http://dx.doi.org/10.1590/S0001-37652004000400009.

Investigamos a comunicação intercelular mediada por junções comunicantes em um modelo in vitro de hematopoiese, usando uma linhagem celular murina de estroma de medula óssea, S-17, e culturas primárias de precursores hematopoiéticos murinos. As S-17 expressam diversas conexinas, sendo a principal a conexina43. A expressão de conexinas e a formação de canais funcionais são moduladas pela densidade das células de estroma. A transfecção de células S-17 com um vetor contendo seqüências senso ou anti-senso de conexina43 aumenta ou diminui, respectivamente, a síntese de conexina43 e o acoplamento intercelular. Nestas condições, a modulação da comunicação mediada pelas junções comunicantes modifica o padrão de crescimento das células do próprio estroma, bem como a capacidade do estroma para sustentar a hematopoiese. O aumento na expressão de conexina43 resulta em um retardo na diferenciação das células sanguíneas, e no aumento da produção de precursores hematopoiéticos, enquanto a diminuição na expressão da conexina43 resulta numa diferenciação acelerada dos precursores mielóides. Estes resultados sugerem que o acoplamento mediado por conexina nas células de estroma modula a razão entre proliferação e diferenciação dos precursores hematopoiéticos. Propomos portanto, que o aumento da comunicação mediada por junções comunicantes no estroma elicita uma produção aumentada de células imaturas de medula óssea, através de um retardo em sua diferenciação terminal, induzindo consequentemente um período de proliferação prolongado dos precursores hematopoiéticos.

Palavras-chave : medula óssea; hematopoiese; conexinas; junções comunicantes; células S-17.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons