SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.78 issue1New U-Pb SHRIMP zircon ages for pre-variscan orthogneisses from Portugal and their bearing on the evolution of the Ossa-Morena tectonic zoneDescription of a sauropod dinosaur braincase (Titanosauridae) from the Late Cretaceous Rio Colorado Subgroup, Patagonia author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Anais da Academia Brasileira de Ciências

Print version ISSN 0001-3765On-line version ISSN 1678-2690

Abstract

CRUZ, Simone C.P.  and  ALKMIM, Fernando F.. The Tectonic interaction between the Paramirim Aulacogen and the Araçuaí Belt, São Francisco craton region, Eastern Brazil. An. Acad. Bras. Ciênc. [online]. 2006, vol.78, n.1, pp.151-173. ISSN 0001-3765.  http://dx.doi.org/10.1590/S0001-37652006000100014.

O aulacógeno do Paramirim, instalado na porção norte do Cráton do São Francisco, corresponde a dois riftes superpostos e parcialmente invertidos de idades paleo e neoproterozóicas. A Saliência do Rio Pardo da Faixa Araçuaí define o limite local do cráton e interfere com as estruturas do aulacógeno. Visando determinar o mecanismo e a idade da interação tectônica entre essas feições durante o processo de inversão, uma análise estrutural foi realizada na porção meridional do aulacógeno do Paramirim e ao longo da Saliência do Rio Pardo. Os resultados obtidos indicam que a Saliência do Rio Pardo formou-se durante um estágio precoce de fechamento do sistema de riftes neoproterozóicos Macaúbas e refletindo o início do desenvolvimento do Orógeno Araçuaí. O front orogênico propagou-se em direção a norte, Cráton adentro, causando um primeiro estágio de inversão da terminação sudeste da calha aulacogênica. Posteriormente, o Aulacógeno do Paramirim experimentou o principal estágio de inversão, o qual levou ao desenvolvimento de um sistema de dobramentos e cavalgamentos com embasamento envolvido e orientado na direção NNW. Esses elementos tectônicos se superimpõem à Saliência do Rio Pardo e estruturas de ambos estágios de inversão afetam a Formação Salitre, a mais jovem unidade neoproterozóica da área, indicando assim uma idade no máximo tardi-neoproterozóica para todos os estágios de inversão do aulacógeno do Paramirim.

Keywords : Orógeno Araçuaí-Oeste Congo; Faixa Araçuaí; aulacógeno do Paramirim; evento Brasiliano.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License