SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.78 issue1New U-Pb SHRIMP zircon ages for pre-variscan orthogneisses from Portugal and their bearing on the evolution of the Ossa-Morena tectonic zoneDescription of a sauropod dinosaur braincase (Titanosauridae) from the Late Cretaceous Rio Colorado Subgroup, Patagonia author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Anais da Academia Brasileira de Ciências

Print version ISSN 0001-3765

Abstract

CRUZ, Simone C.P.  and  ALKMIM, Fernando F.. The Tectonic interaction between the Paramirim Aulacogen and the Araçuaí Belt, São Francisco craton region, Eastern Brazil. An. Acad. Bras. Ciênc. [online]. 2006, vol.78, n.1, pp. 151-173. ISSN 0001-3765.  http://dx.doi.org/10.1590/S0001-37652006000100014.

O aulacógeno do Paramirim, instalado na porção norte do Cráton do São Francisco, corresponde a dois riftes superpostos e parcialmente invertidos de idades paleo e neoproterozóicas. A Saliência do Rio Pardo da Faixa Araçuaí define o limite local do cráton e interfere com as estruturas do aulacógeno. Visando determinar o mecanismo e a idade da interação tectônica entre essas feições durante o processo de inversão, uma análise estrutural foi realizada na porção meridional do aulacógeno do Paramirim e ao longo da Saliência do Rio Pardo. Os resultados obtidos indicam que a Saliência do Rio Pardo formou-se durante um estágio precoce de fechamento do sistema de riftes neoproterozóicos Macaúbas e refletindo o início do desenvolvimento do Orógeno Araçuaí. O front orogênico propagou-se em direção a norte, Cráton adentro, causando um primeiro estágio de inversão da terminação sudeste da calha aulacogênica. Posteriormente, o Aulacógeno do Paramirim experimentou o principal estágio de inversão, o qual levou ao desenvolvimento de um sistema de dobramentos e cavalgamentos com embasamento envolvido e orientado na direção NNW. Esses elementos tectônicos se superimpõem à Saliência do Rio Pardo e estruturas de ambos estágios de inversão afetam a Formação Salitre, a mais jovem unidade neoproterozóica da área, indicando assim uma idade no máximo tardi-neoproterozóica para todos os estágios de inversão do aulacógeno do Paramirim.

Keywords : Orógeno Araçuaí-Oeste Congo; Faixa Araçuaí; aulacógeno do Paramirim; evento Brasiliano.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English