SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.78 número3Bio-ecological aspects of the hermit crab Paguristes calliopsis (Crustacea, Diogenidae) from Anchieta Island, BrazilAcidification of the parasitophorous vacuole containing Toxoplasma gondii in the presence of hydroxyurea índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Anais da Academia Brasileira de Ciências

versão impressa ISSN 0001-3765versão On-line ISSN 1678-2690

Resumo

LINS, Ulysses et al. Crystal habits and magnetic microstructures of magnetosomes in coccoid magnetotactic bacteria. An. Acad. Bras. Ciênc. [online]. 2006, vol.78, n.3, pp.463-474. ISSN 0001-3765.  http://dx.doi.org/10.1590/S0001-37652006000300007.

Nós relatamos a aplicação de holografia não-axial e microscopia eletrônica de alta resolução para estudar os hábitos cristalinos de magnetossomos e a microestrutura magnética de dois morfotipos de cocos de bactérias magnetotáticas coletadas em uma lagoa salobra em Itaipu, Brasil. Itaipu-1, o organismo cocóide maior, contémduas cadeias separadas de magnetossomos atipicamente grandes; os cristais dos magnetossomos possuem projeções aproximadamente quadradas, comprimentos deaté 250 nm e são ligeiramente alongados na direção [111] (razão largura/comprimento de aproximadamente 0.9).Os cristais dos magnetossomos em Itaipu-3 possuemcomprimentos até 120 nm, maior alongamento na direção [111] (largura/comprimento ~ 0.6), e proeminentes facetas nas extremidades. Os resultados mostram que os hábitos cristalinos dos magnetossomos em Itaipu-1 eItaipu-3 são relacionados, diferindo apenas nos tamanhos relativos das suas faces cristalinas. Em ambos os casos, os cristais são alinhados com seus eixos de alongamento [111] paralelos à direção da cadeia. Em Itaipu-1, mas não em Itaipu-3, o posicionamento cristalográfico, perpendicular à direção [111], de cristais sucessivos na cadeia de magnetossomos parece estar sobre controlebiológico. Enquanto os magnetossomos grandes em Itaipu-1 são monodomínios magnéticos metaestáveis, em Itaipu-3 eles são monodomínios magnéticos permanentes como na maioria das bactérias.

Palavras-chave : magnetita; magnetotaxia; microscopia eletrônica de transmissão de alta resolução.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons