SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.80 número2Influence of NO2 and metal ions on oxidation of aqueous-phase S(IV) in atmospheric concentrationsEffects of acute and chronic physical exercise and stress on different types of memory in rats índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Anais da Academia Brasileira de Ciências

versão impressa ISSN 0001-3765

Resumo

ALMEIDA-GOMES, Mauricio et al. Herpetofauna of an Atlantic rainforest area (Morro São João) in Rio de Janeiro State, Brazil. An. Acad. Bras. Ciênc. [online]. 2008, vol.80, n.2, pp. 291-300. ISSN 0001-3765.  http://dx.doi.org/10.1590/S0001-37652008000200007.

Estudamos a comunidade herpetofaunística da Mata Atlântica do Morro São João, Estado do Rio de Janeiro, Brasil, e apresentamos dados da composição, riqueza, abundância relativa e densidade das espécies. Combinamos três metodologias de amostragem: parcelas, encontros visuais e armadilhas de queda. Registramos 16 espécies de anfíbios e 9 espécies de répteis. As densidades estimadas (baseadas nos resultados da amostragem através de parcelas) foram 4.5 ind/100 m2 para anfíbios, 0.8 ind/100 m2 para lagartos, e a densidade total (anfíbios e répteis) foi 5.3 ind/100 m2. Para anfíbios, Eleutherodactylus e Scinax foram os gêneros com maior número de espécies, com três espécies cada, e Eleutherodactylus binotatus foi a espécie mais abundante (densidade média de 3.0 anuros/100 m2). A comunidade de répteis do Morro São João foi dominada por espécies da família Gekkonidae e Gymnophtalmidae (Lacertilia) e Colubridae (Serpentes). O lagarto gimnoftalmídeo Leposoma scincoides foi a espécie de réptil mais abundante (densidade média de 0.3 ind/100 m). Comparamos os dados de densidade obtidos no nosso estudo com os de outros estudos em florestas de várias regiões tropicais do mundo.

Palavras-chave : herpetofauna; Mata Atlântica; Brasil; riqueza; densidade.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · pdf em Inglês