SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.82 issue4New long-tailed pterosaurs (Wukongopteridae) from western Liaoning, ChinaFertility and acidity status of latossolos (oxisols) under pasture in the Brazilian Cerrado author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Anais da Academia Brasileira de Ciências

Print version ISSN 0001-3765

Abstract

KELLNER, Alexander W.A.. Comments on the Pteranodontidae (Pterosauria, Pterodactyloidea) with the description of two new species. An. Acad. Bras. Ciênc. [online]. 2010, vol.82, n.4, pp. 1063-1084. ISSN 0001-3765.  http://dx.doi.org/10.1590/S0001-37652010000400025.

Considerado um dos répteis voadores melhor conhecidos, Pteranodon foi objeto de várias revisões no século passado. Encontrado exclusivamente na Formação Niobrara e no Grupo Pierre Shale (ambas do Cretáceo Superior) 11 espécies foram atribuídas a este gênero (além das três presentemente classificadas em Nyctosaurus). Apesar da concordância entre os revisores que este número está inflado, existe discordância de quantas espécies podem ser reconhecidas. A última revisão limitou a existência de apenas duas espécies (Pteranodon longiceps and Pteranodon sternbergi), ambas exibindo dimorfismo sexual. Tomando como base diversas características observadas no crânio, alguns exemplares anteriormente referidos ao gênero Pteranodon foram re-avaliados e levaram à conclusão da existência das seguintes espécies, duas novas e descritas aqui: Pteranodon longiceps, Geosternbergia sternbergi, Geosternbergia maiseyi sp. nov. e Dawndraco kanzai gen. et sp. nov. Estas se diferenciam por feições tais como a extensão e direção da crista formada pelo frontal, da inclinação e extensão do processo posterior das pré-maxilas, da forma e tamanho da fenestra temporal inferior e da proporção do rostro. Também é discutido nesse trabalho o procedimento de como se reconhece uma espécie de pterossauro, que deve levar em conta principalmente dados morfológicos, acompanhados de informações estratigráficas e geográficas. Existe a consciência geral de que a morfologia pode variar sem que necessariamente estas mudanças estejam ligadas a questões taxonômicas. No entanto, a ausência de dados estratigráficos detalhados, aliada ao número limitado de exemplares que possam ser consideradas com um bom nível de segurança como pertencentes a uma determinada espécie, dificulta sobremaneira o nosso entendimento de como a morfologia pode variar em função de ontogenia, variações individuais e dimorfismo sexual. Apesar do presente estudo não eliminar a possibilidade de reconhecer estas variações, cuidado deve ser empregado antes que modelos sejam generalizados para os pterossauros.

Keywords : Pterosauria; Pteranodon; Dawndraco; Cretáceo Superior; Taxonomia.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English