SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.83 número3Luminescence dated Late Pleistocene wave-built terraces in northeastern BrazilPalynological evidence of the replacement of the hygrophilous forest by field vegetation during the last 7,000 years B.P. in the northern coast of Rio de Janeiro, Brazil índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Anais da Academia Brasileira de Ciências

versión impresa ISSN 0001-3765

Resumen

PIEROSAN, Ronaldo et al. Paleoproterozoic (~1.88Ga) felsic volcanism of the Iricoumé Group in the Pitinga Mining District area, Amazonian Craton, Brazil: insights in ancient volcanic processes from field and petrologic data. An. Acad. Bras. Ciênc. [online]. 2011, vol.83, n.3, pp. 921-937. ISSN 0001-3765.  http://dx.doi.org/10.1590/S0001-37652011000300012.

O Grupo Iricoumé corresponde ao mais expressivo vulcanismo Paleoproterozóico do Escudo das Guianas, craton Amazônico. As rochas vulcânicas são coexistentes com os granitóides Mapuera, e pertencem ao magmatismo Uatumã. Possuem idades U-Pb em torno 1888 Ma, e assinaturas geoquímicas de magmas tipo-A. As vulcânicas do Iricoumé consistem de traquitos a riolitos porfiríticos, associados a ignimbritos ricos em cristal e tufos co-ignimbríticos de queda e surge. A quantidade e a morfologia dos fenocristais podem ser utilizadas para distinguir lava (fluxo e domo) de unidades hipabissais. A morfologia dos cristais em ignimbritos permite a distinção entre unidades efusivas e ignimbritos, quando os piroclastos estão obliterados. Tufos co-ignimbríticos são maciços e alguns exibem estratificações que sugerem deposição por correntes de tração. Temperaturas de cristalização de zircão e apatita variam de 799°C a 980°C, são compatíveis com temperaturas de líquidos tipo-A e podem ser interpretadas como temperatura liquidus mínima. Estimativas de viscosidade para composições riolíticas e traquíticas fornecem valores próximos a de líquidos determinadas experimentalmente e ilustram curvas típicas de decaimento exponencial, com a adição de água. O posicionamento das vulcânicas Iricoumé e de parte dos granitóides Mapuera foi controlado por falhas anelares em ambiente intracratônico. Uma gênese relacionada a ambiente de complexo de caldeiras pode ser assumida para a associação vulcano-plutônica Iricoumé-Mapuera no Distrito Mineiro de Pitinga.

Palabras llave : Craton Amazônico; complexo de caldeira; ignimbrito; vulcanismo Iricoumé; depósitos de surge; magmatismo Uatumã.

        · resumen en Inglés     · texto en Inglés     · pdf en Inglés