SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.84 número2Petrology of Gameleira potassic lamprophyres, São Francisco CratonMicro-structural and compositional variations of hydrothermal epidote-group minerals from a peralkaline granite, Corupá Pluton, Graciosa Province, South Brazil, and their petrological implications índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Anais da Academia Brasileira de Ciências

versão impressa ISSN 0001-3765

Resumo

TAKEHARA, Lucy et al. U-Pb dating by zircon dissolution method using chemical abrasion. An. Acad. Bras. Ciênc. [online]. 2012, vol.84, n.2, pp. 399-405. ISSN 0001-3765.  http://dx.doi.org/10.1590/S0001-37652012000200011.

Este trabalho apresenta a técnica de abrasão química em zircões do padrão Temora II aplicada em datação de U-Pb por Dissolução Isotópica e Espectrometria de Massa por Ionização Térmica, método DI-ESIT. O emprego deste método tem como princípio diminuir os efeitos da perda secundária de Pb radiogênico antes da dissolução. Em primeira instância, os zircões foram analisados pelo método in situ com uso de Microssonda Laser acoplada a um Espectrômetro de Massa Multicoletor com Plasma Acoplado Indutivamente (MC-ICP-MS), cujo objetivo foi identificar os grãos de zircão de fase de cristalização simples sem sobrecrescimento. Nove cristais de zircão analisados com microssonda a laser forneceram uma idade 418,3±4,3 Ma. Da mesma população foram separados cristais de zircão para datação utilizando a técnica de abrasão química e posterior análise pelo método DI-ESIT. Seis amostras de zircão foram separadas para diluição isotópica com adição de um traçador isotópico combinado U235-Pb205, em condições laboratoriais de brancos analíticos de Pb total menor que 2 pg/g. A idade U-Pb em zircão obtida foi 415,7±1,8 Ma (erro 0,43 %) com base em cinco amostras de zircão. Os resultados são concordantes com aquelas idades publicadas para o diorito Temora (Temora I – 416,75±1,3 Ma; Temora II – 416,78±0,33 Ma). A técnica descrita aqui é, portanto recomendada para ser aplicada em análises isotópicas de U-Pb com alta precisão (erros menor que 1%) para estudos de estratigrafia de alta resolução de sequências fanerozóicas.

Palavras-chave : abrasão química; ID-TIMS; LA-MC-ICPMS; datação U-Pb; dissolução de zircão.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · pdf em Inglês