SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.84 número3Source correlation of biomarkers in a mangrove ecosystem on Santa Catarina Island in southern BrazilAntioxidant activity and flavonoid content of Clusia fluminensis Planch. & Triana índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Anais da Academia Brasileira de Ciências

versión impresa ISSN 0001-3765

Resumen

LAGE, Lorena G.A. et al. Honey physicochemical properties of three species of the brazilian Melipona. An. Acad. Bras. Ciênc. [online]. 2012, vol.84, n.3, pp.605-608.  Epub 24-Jul-2012. ISSN 0001-3765.  http://dx.doi.org/10.1590/S0001-37652012005000051.

Análises fisico-quimicas foram realizadas para avaliar vinte e sete amostras de mel de três espécies do gênero Melipona (M. capixaba, M. rufiventris e M. mondury) coletadas nos Estados do Espírito Santo e de Minas Gerais. Os parâmetros atividade de água (aW), porcentagem de sólidos solúveis (Brix %), pH, acidez (meq.Kg-1) e umidade (%) foram avaliados. As características do mel dessas amostras foram muito similares às do mel de outras espécies de Melipona. Entretanto, para o mel de Apis apenas os valores de pH foram similares. O baixo valor de pH e a elevada acidez detectados no mel de Melipona são fatores potenciais para uma maior vida útil do mesmo por não oferecerem condições favoráveis ao desenvolvimento microbiano. Por outro lado, o alto teor de atividade de água favorece o crescimento de microrganismos, especialmente de leveduras o que requer maior cuidado no manuseio e armazenamento do mel. As diferenças observadas entre o mel de Melipona e o de Apis reforçam a necessidade de estabelecimento de padrões de qualidade específicos para o mel de abelhas sem ferrão.

Palabras clave : Mel; Melipona; Meliponini; Dados físico-químicos.

        · resumen en Inglés     · texto en Inglés     · Inglés ( pdf epdf )

 

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons