SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.84 número3Seed reserve composition and mobilization during germination and early seedling establishment of Cereus jamacaru D.C. ssp. jamacaru (Cactaceae)Treatment of critical defects produced in calvaria of mice with mesenchymal stem cells índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Anais da Academia Brasileira de Ciências

versión impresa ISSN 0001-3765

Resumen

KLIEMANN, Mariele et al. DNA damage in children and adolescents with cardiovascular disease risk factors. An. Acad. Bras. Ciênc. [online]. 2012, vol.84, n.3, pp. 833-840.  Epub 28-Jun-2012. ISSN 0001-3765.  http://dx.doi.org/10.1590/S0001-37652012005000039.

O risco de desenvolver doença cardiovascular (DCV) está relacionado ao estilo de vida (por exemplo, dieta, atividade física e tabagismo), bem como a fatores genéticos. Este estudo teve como objetivo avaliar a associação entre fatores de risco cardiovascular e os níveis de danos ao DNA em crianças e adolescentes. Antropometria, dieta e fatores de risco para DCV foram avaliados através de procedimentos padrão. Níveis de danos no DNA foram avaliados através do ensaio cometa (eletroforese de célula única; EC) e do teste de micronúcleos em leucócitos. Um total de 34 crianças e adolescentes, selecionados a partir de uma amostra populacional, foram divididos em três grupos, de acordo com seu nível de risco de DCV. Indivíduos com níveis moderado e alto risco para DCV apresentaram de forma significativa maiores níveis de gordura corporal e de marcadores séricos de risco cardiovascular que indivíduos de baixo risco (P <0,05). Indivíduos de alto risco também mostraram um aumento significativo de danos ao DNA, de acordo com o EC, mas não de acordo com o teste de micronúcleos, do que indivíduos de risco baixo e moderado. A vitamina C consumida foi inversamente correlacionada com os danos ao DNA avaliados pelo EC, e o número de micronúcleos foi inversamente correlacionado com a ingestão de ácido fólico. Os resultados obtidos indicam um aumento de danos no DNA que pode ser consequente do estresse oxidativo em indivíduos jovens com fatores de risco para DCV, indicando que o nível de danos no DNA pode auxiliar na avaliação do risco de DCV.

Palabras llave : doenças cardiovasculares; Teste de micronúcleos; Ensaio cometa; dieta; antropometria; criança; adolescente.

        · resumen en Inglés     · texto en Inglés     · pdf en Inglés