SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.84 número4Study of the Cu, Mn, Pb and Zn dynamics in soil, plants and bee pollen from the region of Teresina (PI), BrazilIn vitro antimalarial activity of six Aspidosperma species from the state of Minas Gerais (Brazil) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Anais da Academia Brasileira de Ciências

versão impressa ISSN 0001-3765

Resumo

FINGOLO, Catharina E. et al. The natural impact of banana inflorescences (Musa acuminata) on human nutrition. An. Acad. Bras. Ciênc. [online]. 2012, vol.84, n.4, pp.891-898.  Epub 16-Out-2012. ISSN 0001-3765.  http://dx.doi.org/10.1590/S0001-37652012005000067.

Inflorescências de bananeira são popularmente conhecidas como "umbigos", e esses são usados no Brasil como complementos nutricionais. No entanto, o valor nutricional das inflorescências (flores masculinas e brácteas) de bananeira nunca foi estudado. Portanto, o material vegetal de Musa acuminata cultivar "ouro" foi coletado no Rio de Janeiro, Brasil e, em seguida, submetido aos procedimentos químicos para determinar a sua composição nutricional. As análises foram realizadas em triplicata. A análise da composição da amostra apresentou teor percentual médio de umidade, proteína, lipídeos e cinza de 8,21, 14,50, 4,04 e 14,43, respectivamente. As inflorescências secas mostraram significativo complemento nutritivo baseado no alto conteúdo de potássio (5.008,26 mg / 100 g) e de fibra 49,83% (lignina, celulose e hemiceluloses) revelando importantes propriedades funcional e nutritiva. Em uma avaliação paralela, o estudo anatômico mostrou elementos fundamentais para o reconhecimento de Musa acuminata, quando reduzida a fragmentos.

Palavras-chave : análise anatômica; inflorescência de bananeira; "banana-ouro"; Musa acuminata; Musaceae; valor nutricional.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons