SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.85 número4Responses of the molluscan fauna to environmental variations in a Halodule wrightii Ascherson ecosystem from Northeastern BrazilTryblionella persuadens comb. nov.(Bacillariaceae, Diatomeae): new observations on frustule morphology of a seldom recorded diatom índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Anais da Academia Brasileira de Ciências

versão impressa ISSN 0001-3765

Resumo

FOZ FILHO, Roberto P.P.; MARTIN, Benedito W. de; LIMA, Ana Rita de  e  MIGLINO, Maria Angélica. Horse spleen segmentation technique as large animal model of preclinical trials. An. Acad. Bras. Ciênc. [online]. 2013, vol.85, n.4, pp.1411-1417.  Epub 22-Out-2013. ISSN 0001-3765.  http://dx.doi.org/10.1590/0001-37652013110812.

A distribuição parenquimal da artéria esplênica foi estudada com o objetivo de obter base anatômica elementos para a realização de esplenectomias parciais. Trinta e dois baços foram estudados, 26 de equinos saudáveis, com peso entre 320 a 450kg e idade de 3 a 12 anos, e seis baços de fetos obtidos em matadouro. Os baços foram submetidos a arteriografias e cintilografias para examinar o padrão vascular e comparar com o aspecto externo do órgão, procurando estabelecer segmentos anatomo-cirurgicos. Todas as ragiografias foram fotografadas com câmera digital e as imagens digitais foram submetidas a um programa de mensuração para análise comparativa das áreas dos dos segmentos anátomo-cirúrgicos dorsal e ventral. Investigações anatômicas sobre a angiorquitetura do baço equino mostrou uma área paucivascular que coincide com a área externa mais fina, permitindo que o órgão seja dividido em dois segmentos anatomo-cirúrgicos com aproximadamente 50% do órgão em cada.

Palavras-chave : arteriografia; equino; cintilografia; baço; artéria esplênica.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )