SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.85 número4Centesimal composition and physical-chemistry analysis of the edible mushroom Lentinus strigosus occurring in the Brazilian AmazonPreliminary phytochemical screening and molluscicidal activity of the aqueous extract of Bidens pilosa Linné (Asteraceae) in Subulina octona (Mollusca, Subulinidade) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Anais da Academia Brasileira de Ciências

versão impressa ISSN 0001-3765

Resumo

PADUA, MARLÚCIA S. et al. Induction and characterization of oil palm (Elaeis guineensis Jacq.) pro-embryogenic masses. An. Acad. Bras. Ciênc. [online]. 2013, vol.85, n.4, pp.1545-1556.  Epub 10-Nov-2013. ISSN 0001-3765.  http://dx.doi.org/10.1590/0001-37652013107912.

O dendezeiro é uma das oleoginosas mais importante economicamente, mas a expansão das plantações tem sido limitada pela disponibilidade de mudas, como a propagação convencional é através de sementes, que têm baixas taxas de germinação. Uma possível solução para produção em larga escala é por meio da embriogênese somática. O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos das auxinas 2,4-D e picloram na indução de massas pró-embriogênicas em explantes foliares de Elaeis guineenesis híbrido Tenera e caracterizá-las, considerando as características embriogênicas, com analises citoquímicas e ultraestruturais. Para indução das massas pró- embriogênicas, fragmentos foliares de plântulas in vitro foram inoculados em meio de cultivo Y3 suplementado com 2,4-D ou picloram em diferentes concentrações (0,0; 1,0; 3,0; 6,0 e 9,0 mg.L–1). Após 90 dias foram avaliadas presença e ausência das massas celulares. Ambos reguladores de crescimento foram eficientes na indução destas massas, independentemente, das concentrações utilizadas. Como as massas celulares não eram homogêneas, estas foram classificadas quanto à cor e ao formato em quatro tipos: TIPO 1 – translúcido e alongado, TIPO 2 – translúcido e aquoso, TIPO 3 – bege e globular e TIPO 4 - branco e globular). De acordo com as características anatômicas e ultraestruturais os as massas celulares dos TIPOS 2, 3 e 4, foram consideradas com maior potencial embriogênico e portanto podem ser as mais promissoras para a propagação vegetativa em larga escala para o dendezeiro.

Palavras-chave : potencial embriogênico; reguladores de crescimento; cultura de tecidos; microscopia eletrônica de transmissão.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )