SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.48 número5Procedimentos de imagem na patologia adrenal índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia

versão On-line ISSN 1677-9487

Resumo

MANTERO, Franco  e  ALBIGER, Nora. Uma abordagem abrangente do incidentaloma adrenal. Arq Bras Endocrinol Metab [online]. 2004, vol.48, n.5, pp.583-591. ISSN 1677-9487.  https://doi.org/10.1590/S0004-27302004000500003.

O aperfeiçoamento das técnicas de imagem abdominal tem aumentado a detecção de massas adrenais clinicamente não aparentes, ou incidentalomas (IA), cujo diagnóstico e manuseio apropriados têm se tornado um problema clínico comum para os profissionais da saúde. Uma vez detectada uma massa adrenal, o clínico é obrigado a formular duas questões: 1) o tumor é hormonalmente ativo? e 2) existe alguma possibilidade de a massa ser maligna?. A maioria dos IA são adenomas corticais não hipersecretores, mas uma avaliação endócrina pode resultar na identificação de um excesso hormonal sutil. Como passos preliminares de screening são recomendados um teste de supressão overnight com doses baixas de dexametasona, a dosagem de metanefrinas em urina fracionada ou no plasma e, em pacientes hipertensos, estabelecer a relação da aldosterona plasmática/atividade plasmática de renina na posição ortostática. Massas maiores que 4cm têm risco maior de malignidade. Achados morfológicos de imagem podem ser valiosos na distinção entre formas benignas e malignas. A biópsia de aspiração com agulha fina é um procedimento importante na avaliação de pacientes oncológicos para se estabelecer qualquer doença metastática. Adrenalectomia está indicada na evidência de uma massa adrenal funcionante, ou na suspeita de uma forma maligna. Nós recomendamos adrenalectomia para casos de hipercortisolismo sutil, especialmente em presença de hipertensão, obesidade, diabetes ou osteoporose, potencialmente agravados pelo excesso de glicocorticóides. Um acompanhamento rigoroso é necessário, particularmente no primeiro ano após o diagnóstico.

Palavras-chave : Incidentaloma adrenal; Adenoma benigno; Carcinoma.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons