SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.51 issue5Iodothyronine deiodinases expression in thyroid neoplasiasIdentifying a risk profile for thyroid cancer author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia

Print version ISSN 0004-2730

Abstract

KNOBEL, Meyer  and  MEDEIROS-NETO, Geraldo. Relevância da ingestão de iodo como fator predisponente ao câncer de tireóide. Arq Bras Endocrinol Metab [online]. 2007, vol.51, n.5, pp. 701-712. ISSN 0004-2730.  http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27302007000500007.

O iodo é essencial para a síntese de hormônios tireóideos e tanto a deficiência crônica deste halogeno como o excesso nutricional de iodo levam a hiperplasia e hipertrofia dos elementos foliculares (por excesso de TSH). Esse fenômeno pode se associar a maior risco de câncer de tireóide, especialmente no sexo feminino. Estudos experimentais documentam indução de câncer de tireóide após prolongado excesso circulante de TSH, o qual induz aumento da proliferação celular medida por fator de crescimento epidermal (EGF), decréscimo de síntese de fator de transformação do crescimento (TGFb 1) e aumento da angiogenese. Estudos epidemiológicos entre nutrição de iodo e câncer de tireóide são conflitantes. É, todavia, aceito que a correção de prévia deficiência de iodo com aporte nutricional adequado deste halogeno leva à maior prevalência de carcinoma papilífero (e decréscimo de carcinoma folicular). Em alguns países, o excesso de iodo foi apontado como causa aparente de maior prevalência de câncer de tireóide. Em conclusão: não existe uma relação causa-efeito entre iodo nutricional e prevalência de câncer de tireóide, e outros fatores intervenientes ambientais devem ser considerados.

Keywords : Iodo nutricional; Câncer de tireóide; Deficiência de iodo; Excesso de iodo; Agentes carcinogênicos; Efeito ambiental.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English