SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.51 issue520 years of RET/PTC in thyroid cancer: clinico-pathological correlationsChildhood thyroid cancer in Belarus, Russia, and Ukraine after Chernobyl and at present author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia

Print version ISSN 0004-2730

Abstract

PUXEDDU, Efisio  and  MORETTI, Sonia. Prognóstico clínico no CPT com mutações BRAF. Arq Bras Endocrinol Metab [online]. 2007, vol.51, n.5, pp. 736-747. ISSN 0004-2730.  http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27302007000500011.

Mutações no BRAF surgiram recentemente como potenciais marcadores prognósticos do carcinoma papílifero de tiróide (CPT) graças a vários estudos que sugerem que ele possa condicionar o desenvolvimento de tumores com comportamento agressivo. Um estudo do fenótipo das células de linhagem folicular de tiróide em camundongos transgênicos caracterizados pela expressão direcionada de mutações BRAF, indicam, à semelhança dos rearranjos RET/PTC, que ele induz ou facilita a instabilidade genômica, a alta invasividade e, por fim, uma profunda desdiferenciação tumoral com supressão mais significativa da apoptose. Uma análise da expressão gênica diferencial do CPT associado com mutações BRAF versus o CPT caracterizado por outras alterações gênicas mostra uma redução importante da expressão dos genes relacionados com a maquinaria do metabolismo do iodo intratiroideano, aumento da regulação do mRNA do Glut-1, silenciamento gênico induzido por metilação dos genes supressores tumorais e aumento da regulação das proteínas pró-angiogênicas, como a VEGF. A correlação da mutação BRAF com os achados clínico-patológicos do CPT mostra resultados controversos, com vários estudos indicando associação com parâmetros clínico-patológicos desfavoráveis e outros não confirmando esses achados. Esta revisão sumariza os estudos a favor ou não do papel da mutação BRAF como um marcador prognóstico no CPT. Indicaremos, também, quais informações são ainda necessárias para a introdução rotineira deste indicador na prática clínica.

Keywords : Mutação BRAF; Carcinoma papilífero de tireóide; Estratificação prognóstica; Marcador prognóstico; Metabolismo de iodo; Terapia ablativa com 131I.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English