SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.52 issue7Prevalence of obesity and potential causal factors among adults in southern BrazilApplication of liquid chromatography in substitution of the radioimmunoassay technique in order to reduce residues generated in health services in research laboratory author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia

On-line version ISSN 1677-9487

Abstract

RECH, Cassiano Ricardo; CORDEIRO, Braian Alves; PETROSKI, Edio Luiz  and  VASCONCELOS, Francisco A. G.. Predição da massa livre de gordura por meio da impedância bioelétrica para idosos brasileiros. Arq Bras Endocrinol Metab [online]. 2008, vol.52, n.7, pp.1163-1171. ISSN 1677-9487.  http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27302008000700013.

O envelhecimento causa modificações fisiológicas e nutricionais, entre elas, a redução da massa livre de gordura (MLG) e o aumento da gordura corporal, ambas associadas com fraqueza, inaptidão e morbidez de idosos. O estudo teve como objetivo analisar a validade cruzada de equações de impedância bioelétrica (IB) para a estimativa da massa MLG em idosos brasileiros. Estudo transversal de base populacional, conduzido em Florianópolis, estado de Santa Catarina, Brasil, 2006. Foram avaliados 60 homens e 120 mulheres com idade entre 60 e 81 anos. A absortometria radiológica de dupla energia foi usada como padrão-ouro para a validação cruzada. A MLG foi estimada por impedância bioelétrica e antropometria. Os procedimentos de validação cruzada de Lohman e a plotagem de Bland e Altman foram utilizados. O índice de massa corporal da amostra variou entre 18,4 kg/m2 e 39,3 kg/m2. O percentual médio de gordura foi de 23,1% (desvio-padrão, DP = 5,8) nos homens e 37,3% (DP = 6,9) nas mulheres. As equações de Kyle e cols., Dey médio e Sun e cols. atenderam os critérios de validação para os homens; erro constante entre -0,7 kg e 2,5 kg), e para mulheres, as equações de Kyle e cols. e Dey e cols. (EC entre 0,3 kg e 2,7 kg). As equações de IB validadas no presente estudo podem ser utilizadas para a estimativa da MLG de idosos brasileiros.

Keywords : Composição corporal; Idoso; Impedância bioelétrica; Densidade mineral óssea; Antropometria.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License