SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.53 issue4Non-pharmacological interventions for weight gain in patients with schizophrenia taking antipsychoticsMetformin effects upon blood pressure and glucose metabolism of monossodium glutamate induced-obese spontaneously hypertensive rats author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia

Print version ISSN 0004-2730

Abstract

PAULI, José Rodrigo; CINTRA, Dennys Esper; SOUZA, Claudio Teodoro de  and  ROPELLE, Eduardo Rochette. Novos mecanismos pelos quais o exercício físico melhora a resistência à insulina no músculo esquelético. Arq Bras Endocrinol Metab [online]. 2009, vol.53, n.4, pp. 399-408. ISSN 0004-2730.  http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27302009000400003.

O prejuízo no transporte de glicose estimulada por insulina no músculo constitui um defeito crucial para o estabelecimento da intolerância à glicose e do diabetes tipo 2. Por outro lado, é notório o conhecimento de que tanto o exercício aeróbio agudo quanto o crônico podem ter efeitos benéficos na ação da insulina em estados de resistência à insulina. No entanto, pouco se sabe sobre os efeitos moleculares pós-exercício sobre a sinalização da insulina no músculo esquelético. Assim, esta revisãoapresenta novos entendimentos sobre os mecanismos por meio dos quais o exercício agudo restaura a sensibilidade à insulina, com destaque ao importante papel que proteínas inflamatórias e a S-nitrosação possuem sobre a regulação de proteínas da via de sinalização da insulina no músculo esquelético.

Keywords : Exercício; resistência à insulina; inflamação; músculo esquelético.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese