SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.53 issue6Glycemic control in type 2 diabetic patients in public and private Healthcare serviceImpact of plasmatic lipids in glycemic control and its influence in the cardiometabolic risk in morbidly obese subjects author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia

Print version ISSN 0004-2730

Abstract

ABI-CHAHIN, Tereza Cristina; HAUSEN, Moema de Alencar; MANSANO-MARQUES, Claudia Moraes  and  HALFOUN, Vera Lucia Rabello de Castro. Reatividade microvascular em diabéticos tipo 1. Arq Bras Endocrinol Metab [online]. 2009, vol.53, n.6, pp. 741-746. ISSN 0004-2730.  http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27302009000600008.

OBJETIVO: Avaliar se há diferença de resposta microcirculatória à isquemia induzida pela videocapilaroscopia dinâmica (VCD), por meio da análise de medida da área do segmento transverso capilar (ASTC) em pacientes com diabetes melito tipo 1 (DMT1). MÉTODOS: A reatividade vascular do ASTC foi estudada pela VCD usando o teste de hiperemia reativa em 61 voluntários, sendo 31 controles sadios sem história familiar de diabetes (Grupo 1) e 30 pacientes com DMT1, sem complicações (Grupo 2). As imagens foram capturadas a cada dois segundos, durante a reperfusão após um minuto de isquemia induzida, e analisadas pelo programa Studio Version 8 e Motic Image Plus. O segmento transverso pré-isquemia (área basal, AB), a área máxima pós-isquemia (área máxima, AM) e o tempo para alcançá-la foram medidos durante a reperfusão, e o percentual de incremento foi estimado. RESULTADOS: As principais diferenças entre os grupos foram avaliadas pelo teste t. As médias comparativas entre os grupos foram avaliadas pelo teste Mann-Whitney. Não houve diferença na área basal entre os dois grupos. O percentual de incremento foi significativamente menor entre os pacientes diabéticos e houve um aumento significativo no ASTC entre os pacientes do Grupo 2 quando comparados com o Grupo 1. CONCLUSÕES: Os dados sugerem que o diabetes tipo 1 provoca disfunção endotelial precoce, antes mesmo de complicações degenerativas serem detectadas clinicamente. Os fatores que levam a essas alterações necessitam de estudos adicionais.

Keywords : Diabetes melito; microcirculação; angioscopia microscópica; endotélio-anormalidades.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English