SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.54 número7Valores de referência do TSH para a população brasileira adultaImpacto da insulinoterapia prévia no prognóstico dos pacientes diabéticos com síndromes coronárias agudas índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia

versão impressa ISSN 0004-2730

Resumo

GRIZ, Luiz H. M. et al. Prevalência de obesidade central em grande amostra de adolescentes de escolas públicas em Recife, Brasil. Arq Bras Endocrinol Metab [online]. 2010, vol.54, n.7, pp. 607-611. ISSN 0004-2730.  http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27302010000700004.

OBJETIVO: Determinar a prevalência e a associação de obesidade central (CO) e hipertensão e suas associações com consumo de álcool, fumo e atividade física em adolescentes. SUJEITOS E MÉTODOS: Estudo de corte transversal em 1.824 estudantes de 29 escolas públicas em Recife. RESULTADOS: 89,6% com peso normal, 6,7% sobrepeso e 3,7% obesidade; 77,2% normotensos, 5,9% pré-hipertensos e 16,9% hipertensos; 10,2% de CO quando utilizado percentil 90 como ponto de corte e de 25,2% quando utilizado percentil 75. Houve maior probabilidade de CO entre os estudantes com 18 a 20 anos, fumantes e consumo de álcool. A probabilidade de hipertensão aumenta nos homens, com WC (waist circumference) > 90, WC > 75 e sem atividade física. CONCLUSÕES: Elevada prevalência de CO e hipertensão foi encontrada em adolescentes. CO foi mais frequente nos estudantes com 18 a 20 anos, fumantes, e consumo de álcool e hipertensão foram associados com sexo masculino, CO e ausência de atividade física.

Palavras-chave : Obesidade Central; Saúde dos Adolescentes; Álcool; Pressão Arterial; Atividade Física; Fumo.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · pdf em Inglês