SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.55 número3Comparação das respostas hormonais ao exercício incremental até exaustão em adolescentes e adultos jovens do sexo masculinoDisfunções cognitivas em pacientes com hipotireoidismo subclínico índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia

versão impressa ISSN 0004-2730

Resumo

PITOIA, Fabián et al. Pacientes com câncer não medular familiar da tiroide têm evolução similar aos portadores de câncer papilífero esporádico. Arq Bras Endocrinol Metab [online]. 2011, vol.55, n.3, pp. 219-223. ISSN 0004-2730.  http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27302011000300007.

OBJETIVO: O objetivo deste estudo foi determinar se o câncer de tiroide não medular (CNMF) é mais agressivo do que o câncer esporádico de tiroide. SUJEITOS E MÉTODOS: Comparamos o comportamento clínico e a evolução de 16 portadores de CNMF de sete famílias não relacionadas com 160 CP (câncer papilífero) esporádicos de nosso serviço. RESULTADOS: As únicas diferenças nas características basais dos grupos eram: malignidade bilateral 38% vs. 24%, respectivamente (p = 0,03), e metástases linfonodais, 57,1% vs. 39%, respectivamente (p = 0,01). Em relação à evolução, 9 (56,2%) pacientes com CNMF ficaram livres de doença, um paciente faleceu devido ao CP (6%) e 6/16 (37,5%) apresentavam persistência da doença. No grupo de CP esporádicos, 87 (54%) foram considerados livres de doença, 11 (7%) morreram em decorrência do CP e 62 (38%) apresentavam persistência da doença (p = ns). CONCLUSÃO: Apesar da elevada incidência de metástases linfonodais nos pacientes com CNMF, essa situação não parece alterar a evolução dos dois grupos em longo prazo.

Palavras-chave : Papilífero; cancer; tiroide; familial.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · pdf em Inglês