SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.56 issue6Acute suppurative thyroiditis with multiple complications author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia

On-line version ISSN 1677-9487

Abstract

GOUVEIA, Sofia et al. Hiperparatiroidismo primário persistente: glândula ectópica em localização rara - Caso clínico e revisão. Arq Bras Endocrinol Metab [online]. 2012, vol.56, n.6, pp.393-403. ISSN 1677-9487.  http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27302012000600009.

O hiperparatiroidismo primário (HPP) é uma endocrinopatia frequente que afeta maioritariamente mulheres de meia-idade e é geralmente assintomática. A doença pode ser atribuível a hiperplasia, carcinoma, adenomas únicos ou múltiplos. O HPP inclui formas esporádicas e familiares. As formas familiares englobam neoplasia endócrina múltipla tipo 1 ou 2A, hipercalcemia hipocalciúrica familiar e síndrome hiperparatiroidismo/tumor mandibular-maxilar. As causas mais frequentes de HPP persistente são a presença de doença multiglandular ou de paratiroide anômala ectópica ou ortotópica não identificada previamente. É recomendável que a localização imagiológica preceda a reintervenção cirúrgica. A janela aortopulmonar é uma localização ectópica rara, sendo o 99mTc-sestamibi SPECT/TC um exame de confirmação vantajoso ou, alternativamente o 99mTc-sestamibi seguido de TC ou RM torácica. A paratiroidectomia pode ser efetuada por meio de esternotomia mediana, toracotomia ou toracoscopia videoassistida. Descrevemos um caso de HPP persistente atribuível à presença de uma glândula paratiroide ectópica localizada à janela aortopulmonar. O diagnóstico de HPP foi estabelecido na sequência da investigação requisitada para esclarecimento etiológico da nefrolitíase recidivante constatada nessa doente. Foi submetida à paratiroidectomia subtotal; não obstante, o HPP persistiu. Excluíram-se síndromes genéticas que pudessem justificar esse quadro clínico. Os exames imagiológicos disponíveis (à época) revelaram-se infrutíferos na detecção de paratiroides anômalas; adicionalmente, a doente recusou exploração cirúrgica. Posteriormente, a doente foi submetida a 99mTc-sestamibi SPECT/TC, que revelou a presença de uma paratiroide na janela aortopulmonar.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License