SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.57 issue6Horner syndrome as a manifestation of thyroid carcinoma: a rare association author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia

On-line version ISSN 1677-9487

Abstract

MACHADO, Marcio Carlos; GADELHA, Patricia Sampaio; BRONSTEIN, Marcello Delano  and  FRAGOSO, Maria Candida Barisson Vilares. Remissão espontânea do hipercortisolismo devido a provável apoplexia tumoral assintomática em paciente com macroadenoma produtor de ACTH. Arq Bras Endocrinol Metab [online]. 2013, vol.57, n.6, pp.486-489. ISSN 1677-9487.  http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27302013000600012.

A doença de Cushing (DC) é usualmente causada por um microadenoma produtor de ACTH. Entretanto, 7%-20% dos pacientes apresentam um macroadenoma. O objetivo deste trabalho é reportar uma paciente de 36 anos, feminina, com diagnóstico de DC devido a macroadenoma hipofisário sólido-cístico com seguimento de 34 meses que apresentou remissão espontânea presumidamente em decorrência de uma apoplexia tumoral assintomática. Inicialmente, ela apresentava sinais e sintomas típicos da síndrome de Cushing (SC). Na admissão, os testes foram consistentes com o diagnóstico de SC ACTH-dependente: cortisol urinário livre de 24h elevado, não supressão do cortisol sérico após dose baixa de dexametasona e cortisol salivar noturno elevado, associado a concentrações elevadas do ACTH plasmático. Ressonância magnética (RM) de hipófise revelou uma massa selar de 1.2 x 0.8 x 0.8 cm com extensão suprasselar levando a uma discreta compressão do quiasma óptico e mostrando região de hipersinal na imagem ponderada em T2 sugerindo um componente cístico. A paciente não apresentava queixas visuais. Após dois meses, enquanto aguardava o tratamento cirúrgico, a paciente apresentou remissão espontânea da SC. A repetição dos exames indicou remissão do hipercortisolismo: normalização do cortisol urinário livre de 24h e normalização do cortisol salivar noturno. Nova RM de hipófise revelou redução do volume tumoral com desaparecimento da compressão quiasmática. A paciente permanece livre da doença por 28 meses (sem hipercortisolismo ou hipopituitarismo). Os dados hormonais e de imagem sugerem que tenha ocorrido uma apoplexia tumoral assintomática, levando à remissão espontânea da SC. Entretanto, como há relatos de recorrência após apoplexia hipofisária, cuidadoso seguimento a longo prazo faz-se necessário.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License