SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.64 issue4The effect of overacting superior oblique muscle tenectomy associated with anterior transposition of the inferior oblique muscle in patients with dissociated vertical deviationAnterior capsule staining using 0.025% trypan blue in cataracts without red reflex author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Arquivos Brasileiros de Oftalmologia

Print version ISSN 0004-2749On-line version ISSN 1678-2925

Abstract

VANZO, Leciana Rorato Chiconelli; BRYK JUNIOR, Agostinho; KOMATSU, Maria Claudia Gomes  and  MOREIRA JUNIOR, Carlos Augusto. Crescimento bacteriano em perfluorocarbonos líquidos: estudo "in vitro". Arq. Bras. Oftalmol. [online]. 2001, vol.64, n.4, pp.329-331. ISSN 1678-2925.  https://doi.org/10.1590/S0004-27492001000400010.

Objetivo: Verificar o crescimento de P. aeruginosa e S. aureus em perfluoroctano líquido (PFO). Métodos: Utilizaram-se três meios de cultura: PFO, caldo de digestão de soja e caseína e solução salina a 0,9%. Dividiram-se 5 ml de PFO em frascos contendo 1 ml cada. Nos frascos 1 e 2 inoculou-se 1 colônia inteira de P. aeruginosa e nos recipientes 3 e 4 a mesma quantidade de S. aureus. O frasco 5 serviu como controle sem sofrer contaminação. Inoculou-se também 1 colônia de cada bactéria em 1 ml dos demais meios de cultura. As soluções foram mantidas em incubadora a 37ºC por 10 dias. Em câmara de fluxo laminar realizou-se o repique utilizando-se alça calibrada de 1:1000 no tempo zero, 72 h, 168 h e 240 h após contaminação. Verificou-se o crescimento bacteriano por meio da contagem de colônias em placas de agar sangue 24 h após cada repique. Resultados: Houve crescimento de P. aeruginosa e S. aureus no tempo zero em todos os meios, confirmando a inoculação bacteriana. Nas horas seguintes o crescimento não mais foi observado em PFO. Ambas as bactérias desenvolveram-se abundantemente nos demais meios de cultura em todos os tempos. No frasco controle não houve crescimento bacteriano. Conclusão: Os resultados demonstram que o PFO não representa meio favorável para o crescimento bacteriano.

Keywords : Crescimento bacteriano; Fluorocarbonetos; Contaminação bacteriana ocular; Pseudomonas aeruginosa; Staphylococcus aureus.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License