SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.66 número4Efeitos agudos do exercício de resistência na pressão intra-ocularClassificação diagnóstica dos portadores de doenças degenerativas de retina, integrantes dos grupos Retina São Paulo e Retina Vale do Paraíba índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Arquivos Brasileiros de Oftalmologia

versão impressa ISSN 0004-2749

Resumo

MATAYOSHI, Suzana et al. Proposição de modelo experimental para estudo morfométrico de vasos e células em esclera de coelhos. Arq. Bras. Oftalmol. [online]. 2003, vol.66, n.4, pp. 437-441. ISSN 0004-2749.  http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27492003000400008.

OBJETIVO: A inexistência de modelos experimentais para estudo de alterações causadas por terapêuticas variadas na esclera motivou os autores à proposição de modelo animal para estudo quantitativo de vasos e células na esclera. MÉTODOS: Por meio de estudo experimental prospectivo, aleatório e mascarado, foram avaliadas 15 coelhas albinas, divididas em 3 grupos. O grupo 1 (controle) foi constituído por animais que não foram submetidos a procedimento cirúrgico ou aplicação de medicação; o grupo 2 foi submetido à cirurgia conjuntival e aplicação de esponja embebida em água destilada; e o grupo 3 foi submetido à cirurgia conjuntival e à aplicação de esponja contendo mitomicina C a 0,4 mg/ml. Foi realizada análise histológica morfométrica (contagem de pontos) da esclera. RESULTADOS: O grupo 3 mostrou redução dos parâmetros vasculares e aumento dos parâmetros celulares quando comparado aos outros dois grupos. O grupo 2 mostrou diminuição do número de núcleos de células endoteliais e aumento de células inflamatórias comparativamente ao grupo controle. CONCLUSÕES: O modelo apresentado mostrou-se exeqüível para quantificação vascular e celular em esclera de coelhos. O modelo experimental proposto revelou-se de utilidade para quantificação de vasos e células em esclera, viabilizando a detecção de alterações vasculares e celulares esclerais provocadas pela aplicação tópica de mitomicina C a 0,4 mg/ml.

Palavras-chave : Esclera [anatomia & histologia]; Esclerostomia; Mitomicina C; Coelhos.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português