SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.70 issue4Preoperative evaluation and cataract surgeryOral flaxseed oil (Linum usitatissimum) in the treatment for dry-eye Sjögren's syndrome patients author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Arquivos Brasileiros de Oftalmologia

Print version ISSN 0004-2749

Abstract

FERNANDES, José Byron Vicente Dias et al. Análise comparativa entre esclera tratada com glicerina e esclera tratada com irradiação gama, álcali e glicerina em reconstrução de cavidade anoftálmica: estudo experimental em coelhos. Arq. Bras. Oftalmol. [online]. 2007, vol.70, n.4, pp. 639-647. ISSN 0004-2749.  http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27492007000400015.

OBJETIVO: Comparar dois métodos de descontaminação de escleras: tratamento com glicerina versus tratamento com irradiação gama, álcali e glicerina, visando detectar as alterações clínicas e histológicas em cavidades anoftálmicas de coelhos, reconstruídas com esferas de polimetilmetacrilato envolvidas com esclera. MÉTODOS: Trinta e nove coelhos da raça Nova Zelândia foram divididos em 2 grupos: grupo I, cujos animais foram submetidos à enucleação de um olho e reconstrução com esfera de polimetilmetacrilato envolvida em esclera tratada com glicerina; grupo II, quando houve a enucleação e a reconstrução foi feita com esfera de polimetilmetacrilato, envolvida em esclera tratada com irradiação gama, álcali e glicerina. Os 2 grupos foram observados em 4 momentos: 7, 21, 42 e 84 dias após a cirurgia. Decorridos os tempos prefixados, os coelhos foram sacrificados, as órbitas exenteradas, sendo o material processado para emblocamento em parafina, cortado com 5 mm de espessura e corado pelas técnicas de hematoxilina-eosina e tricrômio de Masson. As escleras foram submetidas à análise morfométrica e semiquantitativa. Os resultados foram comparados pelo teste não paramétrico de Mann-Whitney. RESULTADOS: A análise comparativa da vascularização da interface cirúrgica apontou diferença significativa na avaliação feita 21 dias após o implante (P<0,001), tendo o grupo II apresentado neovascularização maior. A comparação da espessura da cápsula fibrosa apontou uma diferença significativa nos momentos correspondentes a 21 dias (P<0,001) e 42 dias (P<0,001), sendo que, nestes dois momentos, o grupo II apresentou cápsula fibrosa mais espessa do que o grupo I. Houve também variação na espessura da esclera, sendo mais espessa no grupo II, também nos momentos pós-implante de 21 dias (P=0,003) e 42 dias (P=0,024). Quando os grupos foram analisados ao longo do período de experimentação, observou-se diminuição da vascularização da interface cirúrgica, entre os momentos de 7, 21, 42 e 84 dias, estatisticamente significativo, tanto no grupo I, quanto no grupo II. A comparação da espessura da cápsula fibrosa apresentou diminuição significativa a partir do momento de 42 dias, em ambos os grupos. Houve significativa diminuição da espessura da esclera no momento de 84 dias após o implante, quando comparada ao momento de 7 dias, nos dois grupos. CONCLUSÃO: A esclera tratada com irradiação gama, álcali e glicerina, quando utilizada como revestimento de implante de polimetilmetacrilato para reconstrução de cavidade anoftálmica de coelho, comportou-se de maneira similar à esclera tratada com glicerina, tradicionalmente utilizada. Os dois tratamentos induziram resposta inflamatória similar. A formação de neovasos, espessura da cápsula fibrosa e espessura da esclera evoluíram de maneiras diferentes nos dois grupos experimentais. Porém, apresentaram resultados similares ao final do período de observação de 84 dias. Não houve diferença significativa entre os dois grupos quanto à preservação da esclera.

Keywords : Esclera; Esclera [efeitos de radiação]; Descontaminação; Enucleação ocular; Implantes orbitários; Glicerol; Polimetilmetacrilato; Estudo comparativo; Coelhos.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese