SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.70 issue4Laboratory detection methods for methicillin resistance in coagulase negative Staphylococcus isolated from ophthalmic infectionsCataract extraction using the phacoemulsification technique in patients with uveitis author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Arquivos Brasileiros de Oftalmologia

Print version ISSN 0004-2749

Abstract

FREITAS, Wilson de; MELO JUNIOR, Luiz Alberto Soares; SCHOR, Paulo  and  CAMPOS, Mauro. Análise comparativa entre a refração clínica subjetiva e a automatizada obtida por sensor de frentes de onda. Arq. Bras. Oftalmol. [online]. 2007, vol.70, n.4, pp. 677-682. ISSN 0004-2749.  http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27492007000400019.

OBJETIVO: Avaliar e comparar os resultados obtidos da refração estática clínica com a obtida por sensor de frentes de onda. MÉTODOS: Estudo prospectivo, não seqüencial, de 279 olhos de 147 pacientes. Todos os pacientes foram examinados sob cicloplegia. Primeiro realizamos a refração clínica e a seguir a automatizada por sensor de frentes de onda. Os dados refracionais obtidos foram decompostos para análise vetorial. Foram analisados separadamente os dados de um olho por paciente e dos dois olhos. RESULTADOS: A diferença entre a refração clínica e a automatizada foi de -0,19 DE combinada com -0,06 DC no eixo de 15º para os dados de um olho por paciente e -0,17 DE combinada com -0,05 DC no eixo de 3º para todos os olhos da amostra. CONCLUSÃO: Os dados da refração clínica são comparáveis com os da refração obtida por um sensor de frentes de onda.

Keywords : Erros de refração [cirurgia]; Refração ocular; Optometria; Técnicas de diagnóstico oftalmológico; Estudo comparativo.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese