SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.71 issue6  suppl.Topical amniotic fluid: a potential new alternative for ocular surface diseasesDetection of keratoconus based on a neural network with Orbscan author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Arquivos Brasileiros de Oftalmologia

Print version ISSN 0004-2749

Abstract

GONCALVES, Eliana Domingues et al. Ceratopatia bolhosa: etiopatogênese e tratamento. Arq. Bras. Oftalmol. [online]. 2008, vol.71, n.6, suppl., pp. 61-64. ISSN 0004-2749.  http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27492008000700012.

A ceratopatia bolhosa caracteriza-se pelo edema corneano estromal acompanhado de bolhas epiteliais e subepiteliais devido à perda de células e/ou alterações da junção endotelial. Nos casos mais avançados, ocorre espessamento do estroma e presença de fibrose subepitelial e vascularização corneana. Apresenta baixa de acuidade visual devido à diminuição da transparência da córnea e pode estar acompanhada de sensação de corpo estranho, lacrimejamento e dor devido as alterações epiteliais como a presença de bolhas íntegras ou rotas. Ceratite bolhosa é uma das principais causas de transplante de córnea em diferentes regiões e países. A principal etiologia é a perda de células endoteliais, principalmente após cirurgia de catarata e na distrofia endotelial de Fuchs. Sabe-se que atualmente há cerca de 20 milhões de pessoas com catarata no mundo, e esta complicação pode afetar 1 a 2% das cirurgias de catarata. Este texto faz uma revisão sobre a etiopatogênese da ceratopatia bolhosa e sobre os tratamentos clínicos e cirúrgicos disponíveis para a doença.

Keywords : Doenças da córnea [terapia]; Doenças da córnea [cirurgia]; Transplante de córnea [etiologia]; Extração de catarata.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese