SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.72 issue2Amniotic membrane transplantation for severe acute cases of chemical ocular burn and Stevens-Johnson syndromeOphthalmologic evaluation of patients submitted to drainage implant in refractory glaucoma author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Arquivos Brasileiros de Oftalmologia

Print version ISSN 0004-2749

Abstract

TOSCANO, Daniela Araújo et al. Crianças usuárias de lente de contato nos serviços público e privado: análise comparativa. Arq. Bras. Oftalmol. [online]. 2009, vol.72, n.2, pp. 221-224. ISSN 0004-2749.  http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27492009000200017.

OBJETIVOS: Analisar as indicações, tipo, complicações do uso de lentes de contato e acuidade visual em crianças de serviços de Oftalmologia público e privado. MÉTODOS: Os dados dos prontuários de 59 crianças usuárias de lentes de contato em serviço privado (Hospital de Olhos de Pernambuco - Grupo 1), e 43 no serviço público (Fundação Altino Ventura - Grupo 2), foram analisados. A coleta de dados incluiu características sociodemográficas, idade da primeira consulta, indicação do uso da lente, tipo de lente, complicações e acuidade visual. RESULTADOS: As mais comuns indicações do uso de lente de contato no grupo 1 foram: ametropia (55,9%), anisometropia (18,6%) e esotropia (16,9%). Neste grupo o leucoma e phthisis não estavam presentes. No grupo 2, as indicações mais comuns foram: anisometropia (23,2%), ametropia e leucoma (18,6%) cada, e phthisis (16,3%). A esotropia não apareceu no grupo 2. O tipo de lente de contato mais prescrita foi a gelatinosa de uso permanente (não descartável) no grupo 1 (45,8%) e no grupo 2 (32,6%). A complicação mais encontrada no grupo 1 foi desconforto (33,3%) e no grupo 2 perda da lente (60%). CONCLUSÕES: A indicação de ametropia predominou nos pacientes privados e as anisometropias nos públicos. O tipo de lente de contato mais prescrita nos dois grupos foi a gelatinosa de uso permanente. A complicação mais frequente no grupo 1 foi desconforto e no grupo 2 perda da lente. A acuidade visual na maioria dos pacientes manteve-se.

Keywords : Lente de contato [efeitos adversos]; Acuidade visual; Crianças; Hospitais públicos; Hospitais privados; Análise comparativa.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese