SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.72 issue2Pediatric contact lens users in public and private services: comparative analysisScleritis: clinical characteristics, systemic associations, treatment and outcome in 100 patients author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Arquivos Brasileiros de Oftalmologia

Print version ISSN 0004-2749On-line version ISSN 1678-2925

Abstract

MORENO, Natália Pimentel; SOUSA, Luciene Barbosa de; DUARTE, Fernanda Bon  and  TESSARIOLI, João Guilherme. Avaliação oftalmológica em pacientes submetidos a implante de drenagem em glaucomas refratários. Arq. Bras. Oftalmol. [online]. 2009, vol.72, n.2, pp.225-230. ISSN 0004-2749.  http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27492009000200018.

OBJETIVO: Avaliar aspectos pré e pós-operatórios em pacientes submetidos a implantes de drenagem. MÉTODOS: Foi realizado estudo retrospectivo, com pacientes submetidos a implante de drenagem no setor de glaucoma do Hospital Oftalmológico de Sorocaba no período de janeiro de 2004 a dezembro de 2006. No estudo foram avaliadas as seguintes características: sexo, idade, olho operado, tipo de glaucoma, número de cirurgias oculares anteriores, pressão intraocular prévia e após, conforme tempo de seguimento. Foram observadas a acuidade visual pré e pós-implante, o número de medicações antiglaucomatosas prescritas pós-implante, as principais complicações e reintervenções necessárias. RESULTADOS: Entre os 92 pacientes a proporção foi de 60 (65,3%) do sexo masculino e 32 (34,7%) do feminino. Os principais tipos de glaucoma foram: 38,9% (n=37) secundário a transplante de córnea e 25,3% (n=24) glaucoma neovascular. A média da pressão intraocular pré-implante foi de 32 (±11,29) mmHg e pós-implante foi de 18, (±8,16) mmHg em 95 (100%) pacientes, 15,00 (±11,00) mmHg em 95 (100%), 16 (±11,64) mmHg em 54 (55,7%) e 20 (±10,14) mmHg em 21 (21,6%) para o período de 2 meses, 6 meses, 1 ano e 2 anos, respectivamente. As complicações mais frequentes foram extrusão do implante (8,5%) e atalamia (5,4%). CONCLUSÃO: Observou-se evolução satisfatória nos pós-implantes, independente das diversas causas do glaucoma. Neste estudo foi encontrada redução significante da pressão intraocular 2 meses, 1 ano e 2 anos (p<0,05). As complicações tiveram ocorrência e evolução independente do tipo de glaucoma, número de cirurgias prévias, idade e sexo.

Keywords : Glaucoma [cirurgia]; Implantes para drenagem de glaucoma; Pressão intraocular; Complicações intraoperatórias; Acuidade visual.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License