SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.72 issue2Pediatric contact lens users in public and private services: comparative analysisScleritis: clinical characteristics, systemic associations, treatment and outcome in 100 patients author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Arquivos Brasileiros de Oftalmologia

Print version ISSN 0004-2749

Abstract

MORENO, Natália Pimentel; SOUSA, Luciene Barbosa de; DUARTE, Fernanda Bon  and  TESSARIOLI, João Guilherme. Avaliação oftalmológica em pacientes submetidos a implante de drenagem em glaucomas refratários. Arq. Bras. Oftalmol. [online]. 2009, vol.72, n.2, pp. 225-230. ISSN 0004-2749.  http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27492009000200018.

OBJETIVO: Avaliar aspectos pré e pós-operatórios em pacientes submetidos a implantes de drenagem. MÉTODOS: Foi realizado estudo retrospectivo, com pacientes submetidos a implante de drenagem no setor de glaucoma do Hospital Oftalmológico de Sorocaba no período de janeiro de 2004 a dezembro de 2006. No estudo foram avaliadas as seguintes características: sexo, idade, olho operado, tipo de glaucoma, número de cirurgias oculares anteriores, pressão intraocular prévia e após, conforme tempo de seguimento. Foram observadas a acuidade visual pré e pós-implante, o número de medicações antiglaucomatosas prescritas pós-implante, as principais complicações e reintervenções necessárias. RESULTADOS: Entre os 92 pacientes a proporção foi de 60 (65,3%) do sexo masculino e 32 (34,7%) do feminino. Os principais tipos de glaucoma foram: 38,9% (n=37) secundário a transplante de córnea e 25,3% (n=24) glaucoma neovascular. A média da pressão intraocular pré-implante foi de 32 (±11,29) mmHg e pós-implante foi de 18, (±8,16) mmHg em 95 (100%) pacientes, 15,00 (±11,00) mmHg em 95 (100%), 16 (±11,64) mmHg em 54 (55,7%) e 20 (±10,14) mmHg em 21 (21,6%) para o período de 2 meses, 6 meses, 1 ano e 2 anos, respectivamente. As complicações mais frequentes foram extrusão do implante (8,5%) e atalamia (5,4%). CONCLUSÃO: Observou-se evolução satisfatória nos pós-implantes, independente das diversas causas do glaucoma. Neste estudo foi encontrada redução significante da pressão intraocular 2 meses, 1 ano e 2 anos (p<0,05). As complicações tiveram ocorrência e evolução independente do tipo de glaucoma, número de cirurgias prévias, idade e sexo.

Keywords : Glaucoma [cirurgia]; Implantes para drenagem de glaucoma; Pressão intraocular; Complicações intraoperatórias; Acuidade visual.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese