SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.82 issue6Validation of ROPScore to predict retinopathy of prematurity among very low birth weight preterm infants in a southern Brazilian populationRefractive and visual outcomes after Ferrara corneal ring segment implantation at a 60% depth in keratoconic eyes: case series author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Arquivos Brasileiros de Oftalmologia

Print version ISSN 0004-2749On-line version ISSN 1678-2925

Abstract

BRASIL, Oswaldo Ferreira Moura et al. Novas perspectivas em cirurgia de buraco macular com de 3 anos de seguimento. Arq. Bras. Oftalmol. [online]. 2019, vol.82, n.6, pp.481-487.  Epub Sep 30, 2019. ISSN 0004-2749.  http://dx.doi.org/10.5935/0004-2749.20190101.

Objetivo:

Determinar, após 3 anos de seguimento, as taxas de sucesso funcional e anatômico e a segurança da cirurgia combinada sem sutura, incluindo remoção da base vítrea e da membrana limitante interna após coloração com azul brilhante (0,5 mg/ml) para o manejo de buracos maculares idiopáticos.

Métodos:

Quarenta e seis olhos de 46 pacientes com buraco macular idiopático foram incluídos neste estudo retrospectivo. Os critérios de inclusão foram: buraco macular com diâmetro linear mínimo menor que 1500 micrômetros, acuidade visual com melhor correção de 0,05 decimal ou melhor e tempo de sintomas menor que 2 anos. Os critérios de exclusão foram gravidez, atrofia do nervo óptico, glaucoma avançado ou outra doença ocular crônica. A técnica cirúrgica incluiu a remoção da membrana limitante interna após coloração com Azul Brilhante 0,5 mg/ml, tamponamento com C3F8 posicionamento em prona ção durante 3 dias de pós-operatório. O seguimento foi realizado por exame oftalmológico e Tomografia de Coerência Óptica no 1 e 7 dias, 1, 6, 12, 24 e 36 meses de pós-operatório. Se o fechamento anatômico do buraco macular não fosse atingido na visita de um mês, realizava-se um segundo procedimento no qual a área do peeling da membrana limitante interna era ampliada. Para análise estatística, foram utilizados testes de regressão logística múltipla e Qui-quadrado. Valores de p menores que 0.05 foram considerados estatisticamente significativos.

Resultados:

Dos 46 olhos com buraco macular idiopático, 42 (91,3%) obtiveram fechamento do buraco macular após um procedimento cirúrgico e 45 (97,8%) após uma cirurgia adicional. A média de melhora da acuidade visual com melhor correção no pós-operatório foi de 0.378 (0.050-0.900) decimal. Não foram observados: reabertura do buraco macular, complicações relacionadas ao procedimento cirúrgico ou complicações relacionadas ao corante.

Conclusão:

A cirurgia combinada sem sutura que incluiu remoção da base vítrea e remoção membrana limitante interna após coloração com Azul Brilhante (0,5 mg/ml) para o tratamento de buracos maculares idiopáticos foi realizada com adequada capacidade de coloração, melhora da acuidade visual e fechamento do buraco macular sem sinais de toxicidade ocular no seguimento de 3 anos.

Keywords : Vitrectomia/métodos; Buraco macular; Corantes; Corantes de rosanilina; Azul brilhante.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )