SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.42 issue2Colonoscopy as a diagnostic and therapeutic method of the large bowel diseases: analysis of 2,567 exams author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Arquivos de Gastroenterologia

Print version ISSN 0004-2803On-line version ISSN 1678-4219

Abstract

FERRARI, Angelo Paulo et al. Eficácia da injeção de álcool absoluto comparada com ligadura elástica na erradicação de varizes de esôfago. Arq. Gastroenterol. [online]. 2005, vol.42, n.2, pp.72-76. ISSN 1678-4219.  https://doi.org/10.1590/S0004-28032005000200002.

RACIONAL: Escleroterapia endoscópica tem indicação absoluta no tratamento das varizes de esôfago. Ressangramento é comum durante o período de tratamento, antes que as varizes sejam erradicadas. OBJETIVO: Comparar duas técnicas de erradicação endoscópica de varizes de esôfago: escleroterapia com álcool absoluto e ligadura elástica. PACIENTES E MÉTODOS: Quarenta e seis pacientes com cirrose hepática e varizes de esôfago foram prospectivamente randomizados em dois grupos de tratamento: escleroterapia endoscópica com álcool absoluto e ligadura elástica. Os pacientes foram incluídos no estudo se tivessem varizes de grosso calibre com sinais de alto risco de sangramento. Consentimento informado por escrito foi obtido de cada paciente e o estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética da instituição onde o estudo foi realizado. Após a erradicação, todos os pacientes foram seguidos durante 1 ano para avaliar a taxa de ressangramento e a recidiva das varizes. RESULTADOS: Ambos os grupos foram parecidos exceto no que se refere ao sexo masculino, mais comum no grupo da escleroterapia. Não houve diferença estatisticamente significante em relação a erradicação das varizes (78,3% no grupo da escleroterapia vs. 73,9% no grupo da ligadura), recidiva (26,7% vs. 42,9%, respectivamente) e mortalidade relacionada a qualquer causa (21,7% vs. 13,9%). No grupo da escleroterapia houve necessidade de maior número de sessões para obtenção da erradicação completa das varizes. Neste mesmo grupo observou-se alta taxa de ressangramento (34,8%) e presença de mais úlceras associadas com dor retroesternal logo após o procedimento. Não houve diferença na morbimortalidade global. CONCLUSÕES: O tratamento com ligadura elástica requer menos sessões do que a escleroterapia com álcool absoluto para erradicar as varizes de esôfago. Ambos os métodos são igualmente eficazes, a curto prazo, no que diz respeito à taxa de erradicação e recidiva das varizes.

Keywords : Varizes esofágica e gástricas [terapia]; Varizes esofágica e gástricas [Escleroterapia]; Ligadura; Hipertensão [portal]; Hemorragia gastrointestinal.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License