SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.45 issue1Duplex sonography study in schistosomiasis portal hypertension: characterization of patients with and without a history of variceal bleeding author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Arquivos de Gastroenterologia

Print version ISSN 0004-2803On-line version ISSN 1678-4219

Abstract

MARTINS-FILHO, Euclides Dias et al. Avaliação dos fatores de risco em pacientes superobesos submetidos a cirurgia de Fobi-Capella convencional. Arq. Gastroenterol. [online]. 2008, vol.45, n.1, pp.3-10. ISSN 0004-2803.  http://dx.doi.org/10.1590/S0004-28032008000100002.

RACIONAL: A obesidade é um dos grandes problemas de saúde mundial. A gastroplastia em Y-de-Roux é o padrão-ouro para o tratamento do obeso severo. Cirurgia em pacientes obesos tem aceitáveis índices de morbidade e mortalidade. O paciente superobeso, subgrupo de obesos graves, apresenta risco cirúrgico elevado, ainda não avaliado. MÉTODOS: Foi realizado estudo retrospectivo e prospectivo envolvendo 135 pacientes superobesos submetidos a gastroplastia em Y-de-Roux para tratamento de obesidade severa no Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco, Recife, PE, no período de novembro de 1997 até setembro de 2003. As variáveis independentes foram possíveis fatores de risco: idade, sexo, peso, índice de massa corpórea, diabetes, hipertensão, hipercolesterolemia, apnéia do sono, cardiopatia/coronariopatia, pneumopatia ou qualquer outra co-morbidade. As variáveis dependentes foram as complicações graves, complicações leves e óbito. RESULTADOS: Diabetes (RR = 1.6 and CI = 1.02-2.40) e apnéia do sono (RR = 1.8 and CI = 1.18-2.64) foram associados a complicações leves. Cardiopatia/coronariopatia foram associadas a complicações graves (RR = 5.42 and CI = 1.22-2.40) e óbito (RR = 16.25 and CI = 3.00-87.95). Índice de massa corporal >55 kg/m2 foi associado a complicações leves (RR = 1.58 and CI = 1.04-2.40), complicações graves (RR = 3.17 and CI = 1.03-9.80) e óbito. Após regressão logística, o índice de massa corporal >55 kg/m2 permaneceu como forte fator de risco para óbito (OR = 3.6 and CI = 1.05-12.32). CONCLUSÃO: O índice de massa corporal >55 kg/m2 foi o principal fator de risco para complicações severas e óbito. Outros fatores de risco que afetaram os resultados foram: diabetes, apnéia do sono e cardiopatia/coronariopatia.

Keywords : Obesidade mórbida; Cirurgia bariátrica; Fatores de risco; Complicações pós-operatórias.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License