SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.45 issue1Application of the Vienna classification for Crohn’s disease to a single center from BrazilCentral inferior bisegmentectomy (S4B+S5) for gallbladder carcinoma treatment: a series of seven resectable cases author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Arquivos de Gastroenterologia

Print version ISSN 0004-2803On-line version ISSN 1678-4219

Abstract

ALMEIDA, Patrícia Lopes de et al. Prevalência da doença celíaca em parentes de primeiro grau de pacientes celíacos brasileiros. Arq. Gastroenterol. [online]. 2008, vol.45, n.1, pp.69-72. ISSN 0004-2803.  http://dx.doi.org/10.1590/S0004-28032008000100013.

RACIONAL: Vários estudos têm evidenciado que a doença celíaca, afecção auto-imune que ocorre em indivíduos geneticamente susceptíveis, apresenta prevalência aumentada entre parentes de pacientes celíacos. OBJETIVO: Determinar a prevalência da doença celíaca em grupo de parentes de primeiro grau de pacientes celíacos brasileiros. MÉTODOS: Parentes de primeiro grau de pacientes celíacos atendidos no Ambulatório de Gastroenterologia Pediátrica do Hospital Universitário de Brasília e no Centro de Pesquisas da Doença Celíaca da Faculdade de Medicina da Universidade de Brasília entre março de 2001 e novembro de 2004 foram testados para detectar a possível presença de anticorpos anti-endomísio (IgA-EMA). Todos os soros IgA-EMA positivos foram submetidos a um segundo teste confirmando a sua positividade sorológica pela presença de anticorpos anti-transglutaminase (IgA-tTG). Biopsias jejunais ou duodenais foram efetuadas em todos os indivíduos com sorologia positiva. As amostras de mucosa foram histologicamente classificadas de acordo com a classificação de Marsh em tipo (0) normal, (I) infiltrativa, (II) hiperplásica infiltrativa, (III) destrutiva plana e (IV) hipoplásica atrófica. O diagnóstico conclusivo foi firmado com base na positividade dos testes sorológicos e na presença de lesões intestinais de grau de I a III. RESULTADOS: Nove novos casos de doença celíaca foram detectados dentre os 188 parentes de primeiro grau de pacientes celíacos (4.8%). CONCLUSÃO: Confirma-se a alta prevalência de doença celíaca entre parentes de primeiro grau de celíacos e reforça-se a necessidade de investigação diagnóstica rotineira deste grupo específico de indivíduos.

Keywords : Doença celíaca [genética]; Brasil.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License