SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.48 número1Prediction of severe complicatons and death in superobese patients undergoing open gastric bypass with the Recife Score índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Arquivos de Gastroenterologia

versión impresa ISSN 0004-2803

Resumen

CRUZ, José Vinicius et al. Procedimento TRREMS (reparo transanal de retocele e mucosectomia retal com um grampeador circular): estudo multicêntrico prospectivo. Arq. Gastroenterol. [online]. 2011, vol.48, n.1, pp. 3-7. ISSN 0004-2803.  http://dx.doi.org/10.1590/S0004-28032011000100002.

CONTEXTO: Como a anoretocele está sempre associada a prolapso mucoso e/ou intussuscepção retal, foi desenvolvida uma técnica cirúrgica grampeada, utilizando somente um grampeador mecânico. OBJETIVO: Demonstrar os resultados do estudo multicêntrico que realizou o tratamento cirúrgico de pacientes com anorretocele associado a prolapso mucoso, utilizando o reparo transanal da retocele e mucosectomia com grampeador circular mecânico. MÉTODO: Foram incluídos 75 pacientes, média de idade 49,6 anos, com sintomas de evacuação obstruída, apresentando escore médio de constipação de Wexner de 16 e diagnóstico de anorretocele grau II (26.7%), grau III (73,3%) associado a prolapso mucoso e intussuscepção (52%). Todos foram avaliados com exame proctológico, defecografia, manometria anorretal e tempo de trânsito colônico. O procedimento cirúrgico foi realizado por 14 cirurgiões e consiste na remoção manual da parede do reto no local da retocele e mucosectomia circunferencial com um grampeador circular mecânico. O seguimento médio foi de 21 meses. RESULTADOS: Os pacientes apresentavam sintomas de evacuação obstruída, mesmo após tratamento clinico. O tempo operatório médio foi de 42 minutos. Houve sangramento transanal na linha de sutura em 13 (17,3%) pacientes, sutura grampeada incompleta em 2 (2,6%) e dor retal persistente em 3 (4,0%). O tempo médio de internação hospitalar foi de 1 dia em 49 (65,3%) e 2 dias em 34,7%. Ocorreu redução na linha de sutura em 7 (9,3%), sendo necessário estricturotomia cirúrgica sob anestesia (n = 1), utilizando "hot biopsy" (n = 3) e dilatação anal (3). Defecografia no pós-operatório demonstrou anorretocele residual grau I em 8 (10.6%). O escore de constipação de Wexner reduziu 16 para 4 (0-4: n = 68) (6: n = 6) (7: n = 1) (P<0.0001). CONCLUSÃO: O resultado do estudo multicêntrico demonstrou que a técnica cirúrgica apresentada é segura e efetiva para tratamento da anorretocele associada a prolapso mucoso. Apresenta baixo custo pois utiliza um grampeador circular mecânico.

Palabras llave : Retocele, cirurgia; Mucosa intestinal, cirurgia; Prolapso retal; Incontinência fecal; Grampeamento cirúrgico.

        · resumen en Inglés     · texto en Inglés     · pdf en Inglés