SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.48 issue4New "introducer" PEG-gastropexy with T fasteners: a pilot studyEndoscopic mucosal resection in colorectal lesion: a safe and effective procedure even in lesions larger than 2 cm and in carcinomas author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Arquivos de Gastroenterologia

Print version ISSN 0004-2803

Abstract

ARDENGH, José Celso et al. Endoscopia digestiva alta versus ecoendoscopia no diagnóstico diferencial dos abaulamentos gastrointestinais. Arq. Gastroenterol. [online]. 2011, vol.48, n.4, pp.236-241. ISSN 0004-2803.  https://doi.org/10.1590/S0004-28032011000400004.

CONTEXTO: Abaulamentos da parede do trato gastrointestinal cobertos por epitélio normal são achados comuns durante endoscopia digestiva alta. OBJETIVOS: Comparar os achados da endoscopia com os da ecoendoscopia no diagnóstico diferencial entre tumor subepitelial e compressão extrínseca. MÉTODO: Estudaram-se, retrospectivamente, pacientes com abaulamento do trato gastrointestinal alto encaminhado à ecoendoscopia. O tamanho, localização, consistência e o diagnóstico presuntivo foram registrados no momento da endoscopia e da ecoendoscopia. Esta associada à punção aspirativa com agulha fina foi proposta nos casos de dúvida para aumentar a sensibilidade diagnóstica. RESULTADOS: Cento e setenta e seis pacientes (93 mulheres), com média de idade de 62,5 anos (10-87 anos). O diagnóstico final foi de tumor subepitelial em 153 (87%) e compressão extrínseca em 23 (13%). A sensibilidade, especificidade e precisão obtida pela ecoendoscopia foram superiores as da endoscopia, tanto para o diagnóstico do tumor subepitelial como de uma compressão extrínseca. A endoscopia e a ecoendoscopia mostraram concordância ruim (k = 0,13) para o diagnóstico de tumor subepitelial e concordância inadequada para o diagnóstico de compressão extrínseca (k = 0,01). A punção aspirativa com agulha fina apresentou sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo, valor preditivo negativo e precisão de 75%, 72,4%, 80,5%, 65,6% e 74%, respectivamente. CONCLUSÃO: A endoscopia tem alta sensibilidade e baixa especificidade para o diagnóstico de tumor subepitelial. No caso de compressão extrínseca a sensibilidade e especificidade são baixas. A ecoendoscopia identifica a camada de origem do tumor subepitelial, obtém amostras histológicas e aumenta a precisão diagnóstica.

Keywords : Endoscopia gastrointestinal; Endossonografia; Neoplasias gastrointestinais.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License