SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.48 issue4Prospective study of bacteremia rate after elective band ligation and sclerotherapy with cyanoacrylate for esophageal varices in patients with advanced liver diseaseHelicobacter pylori antibiotic resistance in Brazil: clarithromycin is still a good option author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Arquivos de Gastroenterologia

Print version ISSN 0004-2803

Abstract

RAMOS, Rodrigo F et al. Tratamento cirúrgico da doença do refluxo gastroesofágico: fundoplicatura total ou parcial? Revisão sistemática da literatura e metanálise. Arq. Gastroenterol. [online]. 2011, vol.48, n.4, pp.252-260. ISSN 0004-2803.  https://doi.org/10.1590/S0004-28032011000400007.

CONTEXTO: Apesar da alta incidência da doença do refluxo gastroesofágico (DRGE) na população em geral, ainda existe muita controvérsia sobre este assunto, especialmente quanto ao tratamento cirúrgico. A decisão de usar fundoplicatura total ou parcial no tratamento da DRGE ainda é um desafio para muitos cirurgiões devido à pouca evidência disponível na literatura. OBJETIVO: Comparar a fundoplicatura total e as fundoplicaturas parciais no tratamento da DRGE, avaliando a eficácia das duas técnicas operatórias. MÉTODO: Foram utilizadas a revisão sistemática da literatura e metanálise de estudos prospectivos e randomizados. Fontes de informação utilizadas: LILACS, MEDLINE, Cochrane Controlled Clinical Trials Database. A metanálise foi realizada utilizando-se o programa de informática da Colaboração Cochrane (Review Manager 5.0.1) e o cálculo dos desfechos foi feito pela razão de chances, com respectivo intervalo de confiança de 95%. Os desfechos estudados foram: disfagia, dificuldade em eructar, plenitude gástrica, recurrência do refluxo ácido, pirose e esofagite. Análise de subgrupo: estudos com seguimento maior que 2 anos. RESULTADOS: Foram selecionados 10 ensaios clínicos, onde 1003 doentes foram estudados, sendo 502 alocados para o grupo fundoplicatura total e 501 locados para o grupo fundoplicatura parcial. Os desfechos contínuos não puderam ser calculados em razão da falta de dados. Somente os desfechos disfagia e dificuldade em eructar tiveram resultados estatisticamente significantes (P<0.0001) a favor da fundoplicatura parcial. CONCLUSÃO: A fundoplicatura parcial está relacionada com a menor incidência de eventos obstrutivos pós-operatórios.

Keywords : Refluxo gastroesofágico; cirurgia; Fundoplicatura; Revisão; Metanálise.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License