SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.49 issue1Common bile duct stones: analysis of the videolaparoscopic surgical treatmentHelicobacter pylori eradication does not influence gastroesophageal reflux disease: a prospective, parallel, randomized, open-label, controlled trial author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Arquivos de Gastroenterologia

Print version ISSN 0004-2803

Abstract

DIETZ, Judite; ULBRICH-KULCYNSKI, Jane Maria; SOUTO, Katia Elisabete Pires  and  MEINHARDT, Nelson Guardiola. Prevalência de achados gástricos endoscópicos e histopatológicos em pacientes obesos. Arq. Gastroenterol. [online]. 2012, vol.49, n.1, pp.52-55. ISSN 0004-2803.  https://doi.org/10.1590/S0004-28032012000100009.

CONTEXT: A prevalência de obesidade tem aumentado significativamente nos últimos anos. Bypass gástrico em Y-de-Roux, uma das técnicas cirúrgicas realizadas no tratamento da obesidade, envolve exclusão de parte do estômago. Atrofia, metaplasia intestinal e câncer gástrico têm sido associados com infecção pelo Helicobacter pylori. OBJETIVOS: Avaliar a prevalência de achados endoscópicos e alterações histopatológicas em pacientes obesos mórbidos em relação à presença de células inflamatórias, atividade inflamatória, hiperplasia linfóide, infecção pelo H. pylori, atrofia e metaplasia intestinal na mucosa gástrica. MÉTODOS: Achados na endoscopia digestiva alta e histopatologia gástrica foram analisados em 126 pacientes obesos na avaliação pré-operatória de cirurgia bariátrica. RESULTADOS: Anormalidades endoscópicas do trato digestivo superior foram diagnosticadas em 73/126 pacientes, com três pacientes (2,4%) apresentando úlcera gástrica e um paciente (0,8%) com úlcera duodenal. A histopatologia das biopsias gástricas dos obesos estudados revelou 65,1% de processo inflamatório na mucosa, atividade inflamatória em 50,0%; infecção pelo H. pylori em 53,2%, hiperplasia linfóide em 50,0%, atrofia e/ou metaplasia intestinal em 16,7%. CONCLUSÕES: No presente estudo, através de endoscopia digestiva alta e histopatologia de biopsias gástricas, foram detectados 57,9% de pacientes com anormalidades endoscópicas, prevalência de infecção pelo H. pylori em 53% e atrofia e/ou metaplasia intestinal em 16,7%.

Keywords : Obesidade mórbida; Derivação gástrica; Endoscopia gastrointestinal; Infecções por helicobacter.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License