SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.49 issue1Hepatic hyperplasia and damages induces by zearalenone Fusarium mycotoxins in BALB/c miceMetabolic syndrome and risk factors for non-alcoholic fatty liver disease author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Arquivos de Gastroenterologia

Print version ISSN 0004-2803

Abstract

FONSECA, Jorge et al. Lesões gástricas induzidas pelo ruído: um estudo por microscopia ótica e eletrônica da parede gástrica do rato exposta a ruído de baixa frequência. Arq. Gastroenterol. [online]. 2012, vol.49, n.1, pp.82-88. ISSN 0004-2803.  https://doi.org/10.1590/S0004-28032012000100014.

CONTEXTO: Só um reduzido número de estudos avaliou as alterações digestivas causadas pelo ruído de baixa frequência (RBF) e, na sua maioria, focados nas alterações da mucosa. OBJETIVO: Avaliar as lesões morfológicas induzidas na parede gástrica pelo RBF, para além da camada mucosa. MÉTODOS: Ratos Wistar foram expostos a RBF, por períodos crescentes, desde 1 a 13 semanas. Um grupo controle foi mantido em silêncio. Fragmentos da parede gástrica foram estudados com recurso a: (i) microscopia ótica usando hematoxilina-eosina e imunomarcação para colágenos; (ii) microscopia eletrônica de transmissão; (iii) morfometria, permitindo a colheita de dados para análise estatística. RESULTADOS: Observaram-se espessamento e proliferação de tecido fibroso na submucosa de todos os animais expostos aos RBF. A microscopia eletrônica de transmissão mostrou marcada deposição de colágeno. A imunomarcação identificou o colágeno IV como responsável pelo espessamento da submucosa. A morfometria permitiu demonstrar que a diferença de espessura da submucosa entre o grupo controle e os grupos de animais expostos era estatisticamente significativo. As alterações vasculares incluíram: (i) proliferação e espessamento da íntima, com rotura da lâmina elástica interna e fenômenos trombóticos; (ii) espessamento da média; (iii) após 9 semanas de exposição ao RBF, observaram-se vasos neoformados tortuosos e contorcidos. A espessura dos vasos dos animais expostos ao ruído é significativamente maior que a espessura no grupo controle. CONCLUSÕES: As camadas profundas da parede gástrica sofrem alterações que incluem fibrose causada pela deposição de colágeno IV, marcador precoce de neoangiogênese. As alterações vasculares incluem espessamento e fenômenos trombóticos e vasos neoformados. O presente estudo sugere que, pelo menos no estômago, a fibrose associada ao RBF pode estar ligada à neoangiogênese.

Keywords : Mucosa gástrica, fisiopatologia; Efeitos do ruído; Microscopia eletrônica; Ratos.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License