SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.49 número2Adenocarcinoma gástrico: estudo de casos em hospital de referência oncológica da região norteTratamento de pacientes com retocele, múltiplas disfunções e síndrome da evacuação obstruída índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Arquivos de Gastroenterologia

versão impressa ISSN 0004-2803

Resumo

GASTAL, Gabriela Roncone et al. Toxicidade da azatioprina: por que e quando? análise da prevalência de polimorfismo em Joinville, SC. Arq. Gastroenterol. [online]. 2012, vol.49, n.2, pp.130-134. ISSN 0004-2803.  http://dx.doi.org/10.1590/S0004-28032012000200007.

CONTEXTO: A utilização de drogas tiopurinas como a azatioprina e a 6-mercaptopurina tem se tornado bastante frequente no tratamento de doenças inflamatórias intestinais, transplantes e leucemias agudas. Apesar de sua efetividade, estas drogas são capazes de causar toxicidade droga-induzida com risco de morte através de mielossupressão. Sabe-se hoje que estas complicações ocorrem em decorrência de polimorfismos genéticos da enzima tiopurina metiltransferase (TPMT), responsável por sua metabolização. OBJETIVOS: Avaliar a prevalência do polimorfismo do gene da TPMT na população de Joinville, SC. MÉTODOS: Foi analisada a frequência das quatro principais variantes alélicas do gene da TPMT em 199 doadores de sangue da cidade de Joinville, SC, no período de fevereiro a abril de 2010. RESULTADOS: O alelo normal ("selvagem") foi encontrado em 93,9% dos indivíduos estudados. Variantes da TPMT foram detectadas em 12 sujeitos (6,03%). CONCLUSÕES: A partir do presente estudo, pode-se estimar em cerca de 6% o risco de toxicidade na administração de azatioprina e 6-mercaptopurina a pacientes em Joinville.

Palavras-chave : Azatioprina; toxicidade; 6-mercaptopurina; toxicidade; Doenças inflamatórias intestinais; Polimorfismo genético.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf epdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons