SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.49 número2Fatores preditivos da perda precoce do enxerto hepático em transplante hepático intervivosÍndice de massa corpórea: estados nutricionais divergem de acordo com as classificações de WHO, OPAS e Lipschitz em pacientes com câncer gastrointestinal índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Arquivos de Gastroenterologia

versão impressa ISSN 0004-2803

Resumo

VIEIRA, Manoel Carlos; HASHIMOTO, Claudio Lyoiti  e  CARRILHO, Flair José. Preparo de cólon para realização de colonoscopia: estudo prospectivo randomizado comparativo entre solução de polietilenoglicol baixo volume mais bisacodil versus solução de manitol mais bisacodil. Arq. Gastroenterol. [online]. 2012, vol.49, n.2, pp.162-168. ISSN 0004-2803.  http://dx.doi.org/10.1590/S0004-28032012000200012.

CONTEXTO: O exame de colonoscopia é atualmente o padrão-ouro para investigação do cólon e íleo terminal. Para sua realização há necessidade de limpeza do cólon com soluções que, em geral, são mal toleradas pelos pacientes. OBJETIVO: Comparar duas soluções de preparo intestinal para colonoscopia quanto à tolerabilidade, aceitabilidade, segurança e efetividade. MÉTODOS: Cem pacientes pareados por sexo e idade foram randomizados prospectivamente em dois grupos. O grupo polietilenoglicol recebeu bisacodil 10 mg + 1 litro de polietilenoglicol na véspera e 1 litro no dia do exame. O grupo manitol recebeu bisacodil 20 mg na véspera e 1 litro de manitol 10% no dia do exame. A dieta foi a mesma nos dois grupos. A tolerabilidade e aceitabilidade foram aferidas por questionários previamente validados. Quanto à segurança foram avaliados: variação de sinais vitais antes e após o preparo e complicações, além de quaisquer sinais de complicação. A qualidade do preparo foi graduada através das escalas de Boston e Ottawa. RESULTADOS: Noventa e seis pacientes (96%) completaram o estudo. Quanto à tolerabilidade o grupo manitol apresentou manifestação significativamente maior de náusea, vômito, dor abdominal e distensão abdominal do que o grupo polietilenoglicol (P<0,05). Aceitabilidade foi significativamente melhor com o grupo polietilenoglicol. O grupo polietilenoglicol também se mostrou mais seguro. Não se observou diferença na qualidade do preparo entre os métodos. CONCLUSÕES: A solução de polietilenoglicol apresentou melhor tolerabilidade, aceitabilidade e segurança e deve ser usada ao invés da solução de manitol. Ambas as soluções são semelhantes em eficácia.

Palavras-chave : Colonoscopia; Polietilenoglicóis; Bisacodil; Manitol.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf epdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons