SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.51 issue2GASTRIC RESIDUAL VOLUME BY MAGNETIC RESSONANCE AFTER INTAKE OF MALTODEXTRIN AND GLUTAMINE: a randomized double-blind, crossover studyLOW DOSE CAPSULE BASED 13C-UREA BREATH TEST COMPARED WITH THE CONVENTIONAL 13C-UREA BREATH TEST AND INVASIVE TESTS author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Arquivos de Gastroenterologia

Print version ISSN 0004-2803

Abstract

FONSECA, Jorge; MEIRA, Tânia; NUNES, Ana  and  SANTOS, Carla Adriana. Hemorragia e jejum: jejum e reintrodução alimentar tardia após episódios de hemorragia digestiva alta. Arq. Gastroenterol. [online]. 2014, vol.51, n.2, pp.128-132. ISSN 0004-2803.  https://doi.org/10.1590/S0004-28032014000200011.

Contexto

A reintrodução alimentar precoce após hemorragia digestiva alta de causa não varicosa é segura, reduz internamento/custos hospitalares.

Objetivos

O objetivo deste estudo retrospectivo foi avaliar a realimentação após hemorragia digestiva alta de causa não varicosa.

Métodos

Dos processos dos doentes submetidos a endoscopia urgente por hemorragia digestiva alta de causa não varicosa, durante 1 ano, recolhemos: dados clínicos; classificação de Rockall; dados endoscópicos; registos nutricionais de 7 dias: prescrição de líquidos, primeira ingestão líquida, prescrição de dieta mole/sólida, primeira ingestão de dieta mole/sólida.

Resultados

Em 133 doentes (84 homens), a classificação Rockall foi possível em 126: 76 score ≥5, 50 score <5. Uma hemorragia inicial persistente, 8 recidivas hemorrágicas, dois doentes submetidos a cirurgia, 13 falecidos. A úlcera foi a lesão predominante, 63 doentes submetidos à terapêutica endoscópica. Encontraram-se 142/532 registos nutricionais possíveis, 37% sem qualquer registo. Só 16% foram realimentados no 1.° dia, metade foram realimentados no 3.° dia ou posteriormente. Doentes com Rockall <5 foram realimentados mais cedo que com Rockall ≥5. Doentes com terapêutica endoscópica foram realimentados mais cedo que sem terapêutica.

Conclusões

Falta a maioria dos registos. Os dados mostram realimentação tardia, sobretudo nos doentes com lesões de baixo risco que deveriam alimentar-se imediatamente. Doentes com hemorragia digestiva alta de causa não varicosa devem iniciar precocemente a alimentação, de acordo com as recomendações.

Keywords : Hemorragia gastrointestinal; Nutrição; Úlcera; Endoscopia gastrointestinal.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )