SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.52 issue2HEALTH-RELATED QUALITY OF LIFE OF PREGNANT WOMEN WITH HEARTBURN AND REGURGITATIONNONALCOHOLIC FATTY LIVER DISEASE IN PATIENTS WITH CORONARY DISEASE FROM A BRAZIL NORTHEAST AREA author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Arquivos de Gastroenterologia

Print version ISSN 0004-2803On-line version ISSN 1678-4219

Abstract

LARANJEIRA, Nuno et al. Lesões das mucosas orais e sintomatologia oral em doentes com Doença Inflamatória Intestinal. Arq. Gastroenterol. [online]. 2015, vol.52, n.2, pp.105-110. ISSN 1678-4219.  https://doi.org/10.1590/S0004-28032015000200006.

Contexto

A doença inflamatória intestinal é conhecida por suas manifestações extraintestinais, a cavidade oral não é exceção.

Objetivos

O objetivo deste estudo foi o de avaliar a associação da doença inflamatória intestinal com lesões da mucosa oral e sintomatologia oral, e complementarmente, avaliar a sua possível relação com a higiene oral, tabagismo, terapêutica farmacológica, duração e atividade da doença.

Métodos

Os pacientes foram selecionados no serviço de Gastroenterologia de um hospital de referência terciária Português (Hospital Garcia de Horta). Esta amostra foi composta por 113 pacientes previamente diagnosticados com colite ulcerosa ou doença de Crohn, juntamente com um grupo controle de 58 indivíduos saudáveis que acompanhavam os pacientes do grupo nas suas consultas de controle. Entrevistas clínicas e exames clínicos foram realizados para a coleta de dados.

Resultados

Os pacientes do grupo de estudo foram mais afetados por sintomas orais (P=0,011), e houve também uma tendência para uma maior incidência de lesões da mucosa oral, embora a significância estatística não tenha sido alcançada (8,8% versus 3,4% no grupo de controle; P=0,159). Pacientes em fase ativa foram os mais afetados. Não foram detetadas diferenças entre a doença de Crohn e a colite ulcerosa, ou relativas a hábitos tabágicos. O tratamento com corticosteroides e imunossupressores pareceu aumentar a incidência de sintomas orais (P=0,052). Os dados são ainda compatíveis com aumento das lesões da mucosa oral e diminuição dos sintomas ao longo do curso da doença, no entanto, sem significância estatística.

Conclusão

As lesões de mucosa oral e sintomas orais foram associados positivamente com a doença inflamatória intestinal, principalmente durante os períodos de atividade da doença e possivelmente, associado a terapêutica com corticosteroides e imunossupressores.

Keywords : Doenças inflamatórias intestinais; Estomatite aftosa; Mucosa bucal.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )