SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.52 issue3PEGYLATED INTERFERON AND RIBAVIRIN FOR TREATMENT OF RECURRENT HEPATITIS C AFTER LIVER TRANSPLANTATION: a single-liver transplant center experience in BrazilINFLUENCE OF OXIDATIVE STRESS AND OBESITY IN PATIENTS WITH NONALCOHOLIC STEATOHEPATITIS author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Arquivos de Gastroenterologia

Print version ISSN 0004-2803On-line version ISSN 1678-4219

Abstract

SANTOS, Kemper Nunes dos et al. Análise do polimorfismo na região promotora do gene da interleucina 18 (-137 G/C e -607 C/A) em pacientes portadores do vírus da hepatite C na Amazônia Brasileira. Arq. Gastroenterol. [online]. 2015, vol.52, n.3, pp.222-227. ISSN 0004-2803.  https://doi.org/10.1590/S0004-28032015000300013.

Contexto

O vírus da hepatite C é reconhecido como a maior causa de doença hepática crônica no mundo. Fatores genéticos do hospedeiro têm sido implicados na persistência da infecção pelo vírus da hepatite C. Polimorfismos de nucleotídeos únicos na posição -607 C/A (rs1946518) e -137 G/C (rs187238) na região promotora do gene da IL-18 têm sido evidenciados em alguns estudos que sugerem sua associação ao atraso na depuração do vírus da hepatite C e na persistência da doença.

Objetivo

O presente estudo pretende identificar esses polimorfismos em uma população da região da Amazônia Brasileira infectada pelo vírus da hepatite C.

Métodos

Estudo do tipo transversal analítico no município de Belém-PA foi realizado em 304 pacientes infectados pelo vírus da hepatite C, divididos em: grupo A, pacientes com infecção persistente; grupo B, pacientes que apresentaram clareamento viral. Como grupo controle participaram 376 voluntários não infectados pelo vírus da hepatite C. As amostras foram submetidas à RT-PCR, para detecção do RNA viral e, posteriormente, à RFLP-PCR para avaliação do polimorfismo na região promotora do gene da IL-18, nas posições -137 G/C e -607 C/A.

Resultados

A comparação das frequências dos polimorfismos no grupo de pacientes com o grupo controle demonstrou uma maior frequência do alelo C na posição -607 entre os pacientes (P=0,02) que no grupo controle. Na análise da associação dos polimorfismos com a infecção viral foi obtido que portadores do genótipo C/A na posição -607 possuíam maior risco de infecção persistente pelo vírus da hepatite C (P=0,03).

Conclusão

Nossos resultados sugerem uma possível implicação do polimorfismo da região promotora -607 do gene IL-18 na patogenia da infecção pelo vírus da hepatite C.

Keywords : Polimorfismo de nucleotídeo único; Interleucina-18; Hepatite C.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )