SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.55 suppl.1NEURAL CONTROL OF SWALLOWINGARE THE PERSISTENT SYMPTOMS TO PROTON PUMP INHIBITOR THERAPY DUE TO REFRACTORY GASTROESOPHAGEAL REFLUX DISEASE OR TO OTHER DISORDERS? author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Arquivos de Gastroenterologia

Print version ISSN 0004-2803On-line version ISSN 1678-4219

Abstract

NASI, Ary; QUEIROZ, Natália Sousa Freitas  and  MICHELSOHN, Nelson H. Monitorização prolongada do refluxo gastroesofágico por impedancio-pHmetria esofágica: uma revisão sobre o tema ponderada com nossa experiência de 1.200 casos com o método. Arq. Gastroenterol. [online]. 2018, vol.55, suppl.1, pp.76-84.  Epub Oct 04, 2018. ISSN 0004-2803.  http://dx.doi.org/10.1590/s0004-2803.201800000-47.

CONTEXTO:

A monitorização prolongada ampliou o conhecimento sobre o refluxo gastroesofágico; a afecção decorrente do mesmo, passou a ser designada por doença do refluxo gastroesofágico (DRGE). O estudo prolongado do refluxo viabiliza o diagnóstico da DRGE nos casos sem alterações endoscópicas suficientes para caracterização da afecção.

OBJETIVO:

O objetivo do presente trabalho é apresentar uma revisão sobre a monitorização do refluxo por impedâncio-pHmetria, ponderando-se os dados de literatura com a experiência dos autores com o método em 1.200 exames realizados.

MÉTODOS:

São apresentados detalhes dos diferentes tipos de monitorização prolongada do refluxo; ou seja, a pHmetria convencional, a pHmetria sem cateter e a impedâncio-pHmetria. Salientam-se as novas possibilidades de avaliação que a impedâncio-pHmetria propicia e suas principais indicações: estudo de pacientes que permanecem sintomáticos durante o tratamento do refluxo com antissecretores; análise de pacientes com sintomas sugestivos de DRGE que não apresentem esofagite ao exame endoscópico e que tenham pHmetria normal; esclarecimento diagnóstico de pacientes com sintomas atípicos e supraesofágicos - em especial na tosse crônica; estudo da eructação diferenciando-as em dois grupos: gástricas e supragástricas e no auxílio na indicação do tratamento cirúrgico do refluxo.

RESULTADOS:

A monitorização associando duas modalidades de avaliação: a impedancio-pHmetria representa evolução tecnológica expressiva em relação à modalidade baseada apenas na análise do pH (pHmetria). As principais vantagens da impedâncio-pHmetria são: possibilidade de avaliação de todas modalidades de refluxo; ou seja, ácido, não-ácido, líquido e gasoso e também a possibilidade de estudo de outras variáveis importantes; ou seja: capacidade de transporte do bolus, impedância basal do esôfago e peristalse pós refluxo.

CONCLUSÃO:

A impedancio-pHmetria é um método promissor, com grandes vantagens sobre a pHmetria convencional. A escolha do tipo de monitorização a ser utilizada, deve ser criteriosa. Os autores destacam a importância da análise cuidadosa de cada episódio de refluxo, pelo médico responsável pela execução do exame, para correta interpretação e valorização dos dados obtidos.

Keywords : Refluxo gastroesofágico; Monitoramento do pH esofágico; Impedância elétrica.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )