SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.56 issue3ANALYSIS OF LACTOSE INTOLERANCE IN STUDENTS WITH SUGGESTIVE SYMPTOMS OF IRRITABLE BOWEL SYNDROMEBIOLOGICAL THERAPY PENETRATION FOR INFLAMMATORY BOWEL DISEASE IN LATIN AMERICA: CURRENT STATUS AND FUTURE CHALLENGES author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Arquivos de Gastroenterologia

Print version ISSN 0004-2803On-line version ISSN 1678-4219

Abstract

PERIN, Ramir Luan et al. Vedolizumabe no manejo das doenças inflamatórias intestinais: um estudo multicentrico observacional brasileiro. Arq. Gastroenterol. [online]. 2019, vol.56, n.3, pp.312-317.  Epub Sep 30, 2019. ISSN 1678-4219.  https://doi.org/10.1590/s0004-2803.201900000-58.

CONTEXTO:

Há escassez de dados sobre a eficácia e segurança do vedolizumabe nas doenças inflamatórias intestinais na América Latina.

OBJETIVO:

Descrever a primeira experiência observacional de mundo real com vedolizumabe em pacientes latino-americanos com doenças inflamatórias intestinais.

MÉTODOS:

Estudo retrospectivo multicêntrico observacional de pacientes com doença de Crohn (DC) e retocolite ulcerativa inespecífica (RCUI) que utilizaram vedolizumabe em qualquer fase de seu tratamento. Foram avaliadas a remissão e resposta clínicas (de acordo com o índice de Harvey-Bradshaw para DC e escore de Mayo para RCUI), cicatrização da mucosa, necessidade de cirurgia e eventos adversos.

RESULTADOS:

Foram incluídos 90 pacientes (52 com DC e 38 com RCUI), a maioria com exposição prévia a agentes anti-TNF (88,46% na DC e 76,31% na RCUI). Na DC (em análise conforme observado), as taxas de remissão nas semanas 12, 26 e 52 foram 42,89% (21/49), 61,9% (26/42) e 46,15% (12/26), respectivamente. Na RCUI, as taxas de remissão nas semanas 12, 26 e 52 foram de 28,94% (11/38), 36,66% (11/30) e 41,17% (7/17). As taxas de cicatrização da mucosa foram 36,11% na DC e 43,4% na RCUI. Durante o período do estudo, 7/52 pacientes com DC foram submetidos a cirurgia abdominal maior e 4/38 pacientes com RCUI necessitaram de colectomia.

CONCLUSÃO:

O vedolizumabe foi eficaz na indução e manutenção da resposta e remissão clínicas em população refratária na DC e RCUI, com perfil de segurança favorável.

Keywords : Doença de Crohn; Colite ulcerativa; Doença inflamatória intestinal; Integrinas; Anticorpos monoclonais.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )